Financie isso: Skylys, um carro voador que pode decolar em 2018

Giovana Penatti
Por

Numa época em que a existência de drones nas cidades ainda é vista com restrições, principalmente legais, não esperamos que carros voadores façam parte do nosso dia a dia tão cedo. Mas uma startup francesa, a Mix Aerospace, já quer dar o primeiro passo nessa direção e criou uma campanha no Indiegogo para tentar lançar (han han?) o primeiro carro voador. A meta é bem ambiciosa: 2,25 milhões de euros.

20140408060401-taxiV

O Skylys será um veículo híbrido, que consegue tanto andar nas ruas de uma cidade quanto voar ao ser acoplado a um módulo que conta com hélices. Ele não usará combustível: será elétrico, ajudando a preservar o meio ambiente e reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera.

O objetivo inicial com o crowdfunding é conseguir transferir o escritório para o Vale do Silício, ficando mais próximos de potenciais investidores e mão de obra; isso deve acontecer com 180 mil euros arrecadados. Com 500 mil, o escritório fica maior e começam os testes técnicos e mecânicos. Com o valor total de 2,25 milhões de euros, são garantidos o primeiro ano de trabalho da empresa e um protótipo. A versão final deve ser produzida só em 2018.

No site do projeto, entende-se que a intenção da Mix Aerospace não é, pelo menos por enquanto, popularizar o Skylys a ponto de todo mundo ter um na garagem em 2018, mas sim disponibilizá-lo para as autoridades, para uso pela polícia, hospitais ou resgates no caso de desastres. No vídeo de apresentação, o diretor criativo da empresa fala que espera que ele se torne um substituto de helicópteros para pequenas distâncias. A (muito) longo prazo, ele também poderá desafogar o trânsito.

Entre as cotas para financiá-lo, tem uma que te dá o protótipo, mas ela custa um milhão de euros e, como não tá fácil pra ninguém, há diversas outras cotas mais baratas para ajudar a tornar o Skylys realidade, com recompensas mais simples como chaveiros e camisetas.

Por que é legal? Porque tirar onda de Skylys amarelo é muito melhor que de Camaro.

Por que é inovador? Bom, é um carro que voa. Já existem protótipos de coisas do tipo, como o da Terrafugia – mas, convenhamos, ele está mais para um avião que roda na cidade.

Por que é vanguarda? Além de voar, ele é elétrico. Se teremos um futuro de carros voadores, começar com modelos que desde o início já respeitam o ambiente é uma excelente ideia.

Vale o investimento? Este é um daqueles casos em que você não vai financiar esperando receber o produto pronto, mas sim apoiar o desenvolvimento da tecnologia. Se for um entusiasta de carros voadores, é sua chance de fazer parte do futuro. 😉

Giovana Penatti

Ex-editora

Giovana Penatti é jornalista formada pela Unesp e foi editora no Tecnoblog entre 2013 e 2014. Escreveu sobre inovação, produtos, crowdfunding e cobriu eventos nacionais e internacionais. Em 2009, foi vencedora do prêmio Rumos do Jornalismo Cultural, do Itaú. É especialista em marketing de conteúdo e comunicação corporativa.

Relacionados

Relacionados