Rumor: as mudanças drásticas do novo MacBook Air de 12 polegadas

Quem precisa de portas USB? Quem usa Thunderbolt? Para que o conector de energia?

Paulo Higa
Por

silvergray-copy-2

Estamos ouvindo falar de um possível MacBook Air de 12 polegadas desde 2013, mas parece que agora vai: o 9to5Mac, que possui um bom histórico em antecipar lançamentos da Apple, divulgou hoje alguns detalhes do novo portátil. De acordo com o site, a máquina terá alterações no teclado e trackpad para ficar ainda mais fina e poderá adotar tecnologias novas, como o USB reversível — mas removeria algumas conexões.

Segundo o 9to5Mac, as informações vêm de fontes internas da Apple que estão usando protótipos do novo MacBook Air de 12 polegadas. O notebook é consideravelmente mais compacto que o atual modelo de 13 polegadas e chega a ser até menor em largura que o de 11 polegadas: a Apple reduziu a moldura em volta da tela e o tamanho das teclas para espremer tudo em uma carcaça menor.

Como esperado, a Apple planeja reduzir ainda mais a espessura do MacBook Air. O problema é que a ideia atual da empresa seria eliminar praticamente todas as conexões: a porta Thunderbolt, o leitor de cartões, as portas USB e até o conector de energia MagSafe (!) seriam removidos. O que sobraria nas laterais? A entrada para fones de ouvido, o microfone e uma única porta USB reversível (tipo C). Assim:

Quem precisa de portas USB e conector de energia, né?

Quem precisa de portas USB e conector de energia, né?

A Apple tem um longo histórico em retirar tecnologias “velhas” de seus produtos antes das outras empresas, mas isso parece radical demais. Claro, não é algo impossível: essa nova porta USB transmite não apenas dados, mas também vídeo (diminuindo a necessidade do Thunderbolt para usar monitor externo) e energia com potência de até 100 watts (diminuindo a necessidade de um conector dedicado de energia).

9to5Mac diz que essa ideia de manter apenas uma mísera porta USB no novo MacBook Air é um apenas plano atual da Apple que pode mudar até o produto finalmente ser revelado ao público. E eu realmente espero que isso mude — ou então vou virar empreendedor e abrir uma fábrica de hubs USB.

Outras mudanças que tornam possível o MacBook Air ficar ainda mais fino estão no trackpad, que perde a característica de ser pressionado (gerando aquele barulho de clique) e nos alto-falantes, que ganham uma grade logo acima do teclado para que o áudio saia. Além de emitir som, esses orifícios servirão para manter a máquina mais fria, já que ela não teria ventoinhas — o Core M, da geração Broadwell, não exige mais essas coisas ultrapassadas.

keyboardgray-copy

Se os rumores estiverem certos, o novo MacBook Air deverá ser apresentado no meio do ano, provavelmente na época da conferência para desenvolvedores WWDC. Veremos.