Arquivo Internet

Microsoft desiste de projeto que portava apps do Android para Windows 10

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Uma das novidades mais importantes do Windows 10 é que ele suporta aplicativos portados de outras plataformas, o que pode melhorar bastante o ecossistema da Microsoft nos smartphones. Mas a empresa anunciou oficialmente nesta quinta-feira (25) que o Project Astoria, que trazia aplicativos do Android para o Windows 10 Mobile, foi cancelado.

astoria-5

O anúncio já era esperado desde que a Microsoft removeu o subsistema Android da versão final do Windows 10 Mobile. Até onde se sabe, a decisão foi motivada devido a problemas de desempenho e segurança causados pelo Astoria. Oficialmente, a Microsoft diz que “recebeu uma grande quantidade de comentários dizendo que ter duas tecnologias de migração era desnecessário”. O Islandwood, que traz aplicativos do iOS para o Windows, continua ativo.

No caso do Astoria, a migração era simples porque os desenvolvedores não precisavam fazer grandes mudanças: bastava enviar o APK do aplicativo de Android para uma ferramenta online da Microsoft e fazer as modificações sugeridas, que normalmente consistiam em substituir algumas linhas de código e trocar o ícone. As versões iniciais do Windows 10 Mobile, inclusive, permitiam que os próprios usuários executassem os APKs diretamente no smartphone.

A partir de agora, a Microsoft vai focar os esforços no Project Islandwood. Com ele, os desenvolvedores podem continuar desenvolvendo seus aplicativos em Objective-C e recompilá-los para o Windows 10 Mobile. Um dos primeiros aplicativos portados usando essa técnica foi o Candy Crush Saga, que nada mais era do que o joguinho de iOS recompilado para Windows.

Desde agosto de 2015, o Islandwood é um projeto de código aberto da Microsoft e está disponível no GitHub. Os aplicativos de iOS podem ser recompilados para Windows 10, em sistemas baseados em x86, x64 e, ainda em fase experimental, ARM.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque