Arquivo Aplicativos e Software

IBM cria organização para promover Linux em dispositivos móveis

Paulo Graveheart
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A IBM, junto com outras empresas de tecnologia como ARM, Samsung e ST-Ericsson, formou uma organização sem fins lucrativos com um propósito audacioso: promover o uso de software baseado em Linux em smartphones, tablets, e outros dispositivos móveis.

A organização, batizada de Linaro, irá desenvolver diversas ferramentes, aplicatiovs, kernel personalizado e códigos de boot com o intuito de ajudar as distribuições baseadas em Linux a trabalharem com máxima perfeição possível nos processadores que esses dispositivos requerem – não por acaso, o primeiro release anunciado para novembro trará otimizações para processadores ARM. Nessa leva de otimizações, já se sabe que algumas distribuições serão diretamente beneficiadas, como Android, Meego, Ubuntu e webOS.

O motivo por trás da criação do Linaro é óbvio: A informática está mudando, e tanto a computação móvel quanto os tablets já são uma parte significante do mercado. Não faz sentido o Linux continuar desenvolvendo apenas aplicações e kernel para desktops. E grandes empresas perceberam que desenvolver o próprio sistema operacional não é muito interessante: o modelo de desenvolvimento do Software Livre já se mostrou bem mais vantajoso e prático, já que existe toda uma comunidade disposta a ajudar, nem que seja como beta-testers. Assim, em teoria ganham as empresas, que precisam dedicar menos tempo e esforço no desenvolvimento de sistemas, ganham os desenvolvedores, que terão todo um novo mercado para explorar, e ganham os consumidores, que terão aparelhos móveis com mais recursos a um custo menor e um sistema mais ou menos padronizado.

E, claro, ganham os piadistas: Agora, além de falar que o “ano do Linux no desktop será sempre o próximo”, podemos também dizer que o “ano do Linux em smartphones será sempre o próximo”. 🙂

Paulo Graveheart

Ex-redator

Paulo Henrique "Graveheart" é formado em Ciências da Computação e fez parte da equipe do Tecnoblog entre 2010 e 2014, como redator. Participou da cobertura de lançamentos no mundo do desenvolvimento de software, PCs, mobile e games. Também tem experiência profissional como desenvolvedor full-stack e technical lead.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque