Arquivo Celular

Google vai entrar na guerra dos apps para smartphones

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O gigante não está mais adormecido. A partir de agora, a ordem dentro dos escritórios do Google mundo afora é clara, claríssima: chegou a hora de produzir apps para dispositivos móveis. O reinado de Larry Page – que vai assumir a empresa em abril – traz boas surpresas para os desenvolvedores. É o que afirma o jornal Wall Street Journal.

Larry Page, o futuro manda-chuva do Google (a partir de abril)

A preferência do Google sempre foi por web apps, em detrimento das apps propriamente ditas. Isso quer dizer que a empresa não produzia quase nenhum aplicativo fechado, para ficar disponível nas lojas da Apple e do próprio Android. Em vez disso, as web apps são complexas páginas produzidas com os dispositivos móveis em mente, e que são acessíveis a partir de qualquer aparelho mais moderno.

Com a mudança de pensamento, dezenas de funcionários do Google deverão ser deslocados de seus atuais postos de trabalho para o desenvolvimento direto de novos aplicativos. Em xeque está a presença do gigante das buscas em sistemas como iOS, Windows Phone (nunca se sabe…) e no próprio Google Android – que não é do Google, mas sim liderado pela empresa.

E o mais interessante é que a intenção de Larry Page é transformar o Google em uma fábrica de apps, mas não obrigatoriamente de apps relacionadas a serviços e produtos que o Google já oferece. Por exemplo, por que não criar jogos, para que as pessoas baixem e joguem? Os jogos casuais são uma verdadeira febre nos dias de hoje.

Além de produzir seus próprios aplicativos, o Google deve começar a investir em pequenas empresas que executam essa mesma atividade. A Rovio, criadora do Angry Birds, poderia muito bem receber alguns caraminguás.

Não pense que o Google é bonzinho é quer apenas criar apps legais para nós. Longe disso, a empresa está atrás de grana. A expectativa é que o mercado de aplicativos móveis chegue na casa dos 15 bilhões de dólares nesse ano. Page, que não é bobo nem nada, pretende abocanhar pelo menos 1 bilhão desse valor. E não duvide que ele vai conseguir essa façanha.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque