Apple odeia o Facebook

Thássius Veloso
Por

É curioso perceber que a integração do Facebook com os produtos da Apple ainda seja tão tímida. O exemplo mais claro disso fica por conta do iPhone: ao bater uma foto com o smartphone da Apple, o usuário tem apenas duas opções para compartilhar a fotografia. Ou ele escolhe enviar por e-mail, ou faz o envio por SMS. Nada de subir as fotos para o Facebook ou mesmo o Flickr, que são os principais álbuns de fotos da internet de hoje.

Segundo uma fonte da Business Insider, há um motivo muito claro para isso. É que a rede social de aproximadamente — considerando-se as melhores estimativas — 650 milhões de usuários não paga um tostão sequer para ter os seus serviços atrelados ao iOS. Seria muito interessante bater uma foto e imediatamente marcar os amigos presentes na cena, antes de enviá-la para o álbum de fotos do Facebook. Entretanto, corremos o risco de nunca ver essa integração acontecer.

“A Apple odeia o Facebook”, afirmou a tal fonte. A empresa da maçã ainda teria o mesmo desconforto em lidar com o Facebook que o próprio FB tinha com a Zynga, aquela desevolvedora de jogos sociais que chegou a bater o valor de mercado da EA Games em certos momentos. Seria tudo uma questão de ego, de ter a dúvida se pode-se confiar em uma companhia tão importante para o seu negócio.

A confusão entre a Zynga e o Facebook foi resolvida de uma maneira muito prática. Colocando dinheiro no bolso de Mark Zuckerberg, o pessoal da Zynga pode continuar a desenvolver seus jogos superviciantes dentro da rede social. Da mesma forma, o Google paga para ter certos serviços — como o Google Maps — atrelados ao iPhone OS. Só falta mesmo o FB adotar a mesma atitude junto à Apple.