Arquivo Celular

Playboy provoca Apple com novo web app para iPad

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Não é de hoje que a Apple mantém uma posição puritana com relação ao que entra em seu ecossistema de dispositivos, software e conteúdo. O próprio Steve Jobs recomendou que usuários em busca de pornografia comprem um smartphone rodando Android em vez de um iPhone. Pois a Playboy, maior publicação adulta do mundo, conseguiu um jeito sagaz de burlar as limitações que Apple cria para seus produtos.

Em vez de desenvolver um aplicativo para iPad, algo que certamente não passaria pelo crivo dos censores da Apple, a Playboy foi pura ousadia: criou um app baseado na web. Completamente funcional e interativo, mas que funciona diretamente no navegador nativo do tablet da maçã (ou no Opera, se assim preferir). Hugh Hefner 1, Steve Jobs 0.

O iPlayboy é, por assim dizer, um site feito para iPad com tudo o que a Playboy gostaria de oferecer nativamente no iOS. Usando CSS, HTML5 e JavaScript, a MSNBC.com diz que o resultado final ficou muito bom.

Não há necessidade de baixar nada. Ainda assim, as milhares de páginas de conteúdo — assumamos que tudo numa revista é conteúdo, com exceção do sumário e dos anúncios — da tradicional publicação estão acessíveis com apenas um toque do usuário. Depois de se cadastrar, o usuário tem acesso a edições antigas de Playboy, para folhear e matar a curiosidade sobre como certas famosas eram há alguns anos.

iPlayboy: falha ao reproduzir páginas duplas da revista (imagem: MSNBC.com)

Uma das falhas diz respeito à diagramação das revistas. Em alguns casos, como o da imagem acima, há um corte nas fotografias de página dupla. Isso sim é frustrante.

A assinatura do iPlayboy custa 8 dólares mensais. Quem preferir pode pagar 60 dólares por um ano de acesso ao serviço. Dá mais ou menos R$ 97.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque