Gamers solucionam problema de 10 anos… em 3 semanas

Rafael Silva
Por

O uso de computadores para enovelamento de proteínas não é novo. Como esse processo é extremamente complexo e trabalhoso, existem diversos programas que pegam emprestado o poder de processamento de máquinas ociosas para ajudar nesse processo, como o [email protected], que pode ser rodado no PS3 por exemplo.

Também existem jogos com esse objetivo e que deixam os próprios gamers encontrarem possíveis formatos de proteínas. Um desses jogos é o Foldit, que está no ar desde 2008. Hoje seus desenvolvedores anunciaram um progresso que beira o inimaginável: seus jogadores conseguiram encontrar um formato de proteína que nenhum cientista ou computador conseguiu nos últimos dez anos. E eles fizeram isso em três semanas.

Os jogadores dos grupos Void Crushers e Contenders competiram para atingir a maior pontuação, só que ao longo disso acabaram ajudando descobrir a estrutura protéica de uma enzima que é uma das responsáveis por ajudar na reprodução de uma família de retrovírus, incluindo o HIV. Com a descoberta dessa estrutura, cientistas ficaram ainda mais perto de entender várias doenças relacionadas à essa enzima, aumentando as chances de uma cura ser encontrada.

Basicamente podemos dizer que um grupo de jogadores que ficaram na frente do computador apertando botões e clicando com o mouse podem ter ajudado a encontrar a cura para a AIDS. E correndo o risco de provocar um aumento de sedentarismo entre leitores do TB, eis aqui o link do jogo para caso você queira se sentir útil jogando e ajudando na descoberta de curas de doenças.

Com informações: The Next Web.

Relacionados

Relacionados