Larry Page e Sergey Brin: “Steve tinha paixão por excelência”

Rafael Silva
Por

Assim como todos os executivos que conheceram Steve Jobs pessoalmente, os dois grandes chefões do Google também lamentam o falecimento do co-fundador da Apple. O atual CEO do Google, Larry Page, e o diretor de projetos especiais, Sergey Brin, publicaram agora há pouco declarações nos seus perfis no Google+ sobre a perda de uma das grandes mentes que a indústria da tecnologia já conheceu.

Larry Page lembrou dos momentos que Steve Jobs ofereceu conselho à ele, mesmo não estando muito bem. Ele disse:

“Eu estou muito, muito triste de saber da notícia sobre Steve. Ele foi um grande homem com conquistas incríveis e brilhantismo fantástico. […] O seu foco na experiência do usuário sobre tudo sempre foi uma inspiração para mim. Ele foi muito gentil ao conversar comigo quando me tornei CEO do Google e gastar tempo oferecendo seus conselhos e conhecimentos, mesmo não estando nada bem. Meus pensamentos e os do Google estão com a sua família e toda a família da Apple”

Já Sergey Brin, um pouco mais direto, disse o seguinte:

“Desde os primeiros dias do Google, sempre que Larry e eu precisávamos de inspiração para visão e liderança, não precisávamos olhar além de Cupertino. Steve, sua paixão por excelência é sentida por qualquer pessoa que já tocou em um produto da Apple (incluindo o Macbook em que eu escrevo isso agora). E eu testemunhei isso em pessoa nas poucas vezes que nos encontramos.

Em nome de todos nós no Google e mais amplamente na tecnologia, nós vamos sentir muito sua falta. Meus pêsames à sua família, amigos e colegas na Apple.”

Na página inicial do Google há um link para o site da Apple acompanhado dos dizeres “Steve Jobs, 1955 – 2011”.