Arquivo Internet

WikiLeaks suspende publicação de documentos por falta de dinheiro

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O site mais polêmico dos últimos tempos, WikiLeaks, anunciou essa semana que vai suspender a publicação de documentos confidenciais. O motivo dessa pausa é a falta de recursos para manter o site funcionando, que aconteceu depois que instituições financeiras americanas, como o Paypal, Visa e Mastercard, bloquearam o envio de dinheiro das doações para a organização. Segundo seu fundador, Julian Assange, esse bloqueio é ilícito.

Julian Assange explica a suspensão em coletiva | Crédito: AP/Lefteris Pitarakis

As empresas citadas por ele já declararam no passado que fizeram esse embargo financeiro ao site por pressão de políticos americanos. Agora, de acordo com Assange, todos os recursos remanescentes da organização serão usados para lutar contra essas empresas em corte e fazer com que o dinheiro das doações volte a fluir. Segundo o WikiLeaks, mais de 95% das receitas com doações vinham dessas instituições e esse bloqueio causou uma perda de mais de 40 milhões de euros em doações.

Desde 2006 o WikiLeaks tem publicado na web informações que ajudaram a fomentar revoluções políticas ao redor do mundo. Mas manter um site desse cacife não é fácil, demanda não só pessoas trabalhando intensamente no material recebido como também em infraestrutura para que ele se mantenha de pé. E como o dinheiro não chega, Assange achou melhor lutar para tentar receber de novo.

Resta saber se ele tem algum plano B para caso a batalha judicial não funcione ou se esse pode ser o começo do fim do WikiLeaks.

Com informações: The Next Web.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque