Arquivo Brasil

GVT inicia comercialização da GVT TV

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A comercialização oficial da TV por assinatura da GVT sofreu um pequeno atraso: no evento de lançamento a operadora prometeu o início oficial das vendas para meados de outubro, algo que foi postergado até o dia de hoje. A partir de agora, a GVT TV passa a ser vendida, nos sabores Super HD, Ultra HD e Ultimate.

Super, Ultra e Ultimate: R$ 59,90, R$89,90 e R$129,90, respectivamente. (Clique para ampliar)

A GVT possui alguns diferenciais. Um deles é aplicar o serviço em alta definição para todos os seus pacotes. Claro que nem todos os canais são em HD (quem dera), mas como a programação pode ser montada com pacotes adicionais, é interessante para quem quer um pacote básico mas quer assistir o Campeonato Brasileiro em alta definição, por exemplo.

Outro diferencial oferecido é o recurso Outra Chance, que permite ao assinante assistir programas já exibidos. Não muito diferente do OnDemand, outro recurso mas que, ao invés de ter o catálogo da grade de canais, disponibiliza filmes e séries em alta definição. A operadora também permite contratar até oito pontos adicionais pelo preço de R$ 24,90 cada um. É caro, mas só para efeito de comparação, a Via Embratel limita a contratação máxima em 2 pontos adicionais.

A GVT TV utiliza um sistema híbrido de DTH com IPTV, e, para que o serviço funcione, é necessário possuir a banda larga da operadora. E já que a banda larga necessita do telefone, só é possível assinar GVT TV se fizer o pacote completo. Para quem já é cliente GVT, não há muitos problemas quanto a isso: os pacotes de TV estão com um preço bem competitivos. Quem não necessita de todos os serviços, já encontra motivos para não assinar a GVT TV.

Vale lembrar que a GVT ainda não possui o decodificador com gravador. No período de testes, que compreendeu os meses de setembro a novembro, os decodificadores com gravador chegavam a ser instalados, mas não funcionavam. Ao que tudo indica, não resolveram o problema até hoje. Portanto, até resolverem o problema do gravador, o SBT continua sendo a TV mais feliz do Brasil.

Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque