Arquivo Internet

Facebook processa Mark Zuckerberg “genérico”

João Brunelli Moreno
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Facebook, quem diria, está processando Mark Zuckerberg, que por sua vez está processando o serviço de volta. E não, o departamento jurídico da rede social não ficou louco e tão pouco este é mais um sinal do fim dos tempos. Na realidade o Mark Zuckerberg em questão é um israelense que, antes de mudar seu nome legalmente para o mesmo do dono do Facebook, atendia por Rotem Guez.

Zuckerberg genérico mostra passaporte

De acordo com a Reuters, no começo de novembro Guez alterou seu nome nos tribunais de seu país natal para promover a chamada “The Like Store”, serviço que ajuda usuários e empresas a aumentarem seus números de “Curtir” no site de Mark Zuckerberg (o original).

Segundo o Facebook, oferecer um sistema que permite aumentar o número de Curtir de maneira artificial vai contra os seus termos de serviço. Assim, a rede social entrou com um processo contra a The Like Store nos tribunais, que prontamente revidou com uma ação em que afirma que tem o direito de oferecer seu “produto” pela rede.

Em seu site oficial Guez, o Mark Zuckerberg genérico, dá detalhes a respeito de sua mudança de nome e fala brevemente sobre o processo em que se meteu. Em tempo, o Facebook aparentemente não está nem aí com o nome usado atualmente por Guez, mas quer que ele pare de vender seu serviço.

João Brunelli Moreno

Formado em comunicação e jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, João Brunelli Moreno é redator, blogueiro, roteirista e produtor de conteúdo. Venceu mais de 100 prêmios de publicidade, incluindo o 40° Profissionais do Ano realizado em 2018. Foi autor no Tecnoblog entre 2009 e 2012 cobrindo assuntos relacionados a gadgets, computadores, Apple, Google, Microsoft, entre outros.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque