Arquivo Internet

Ano bissexto causa problemas ao Windows Azure

Falha de acesso afeta 3,8% dos assinantes.

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Lá no distante ano de 1999 havia o temor de que, na virada para 2000, os sistemas de computador travariam. Se bem me lembro, o registro dos anos com apenas dois dígitos era comum, o que resultaria na mudança de 99 (1999) para 00 (1900, portanto). Até que sobrevivemos bem a essa falha.

Foi uma data que trouxe problemas para o mundo do TI. O mesmo aconteceu ontem, quando o Windows Azure deu dor de cabeça para a Microsoft devido ao dia extra de fevereiro.

Há relatos de que os assinantes da plataforma na nuvem ficaram sem acesso ao gerenciamento de aplicativos a partir das 22h45 de terça-feira (28/02), quando já era 29 de fevereiro em partes do mundo cujo fuso horário fica à frente do nosso. De acordo com a MS, alguns clientes permaneceram por até 8 horas sem acesso aos serviços.

A empresa explica que a falha se deu graças ao dia a mais em fevereiro (2012 é um ano bissexto). Uma correção de software foi desenvolvida às pressas pela equipe de programadores do Azure e liberada aos poucos, corrigindo gradualmente o problema. A PC Magazine informa que, de acordo com a Microsoft, apenas 3,8% dos assinantes foram afetados.

A maioria dos problemas dizia respeito ao controle de acesso aos aplicativos hospedados pelo Azure e sincronização de dados. A Microsoft reconhece que clientes da região central dos Estados Unidos e do norte da Europa foram os mais afetados.

Pode parecer pouca coisa, mas o Windows Azure compreende empresas e menores e megacorporações, como Telefónica, NASA e a Boeing. Imagine se o sistema de alguma dessas empresas cai devido à falha do Azure. Seria um papelão enorme. Ainda mais quando se trata de um blecaute computacional causado por um dia do calendário bissexto.

Ainda bem que no próximo ano não teremos 29 de fevereiro.

 

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque