Arquivo Celular

Windows Phone 8 da Samsung chega em outubro

Smartphone deverá possuir processador dual-core ou quad-core.

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A divisão de Taiwan da Samsung confirmou a data de lançamento dos seus primeiros smartphones com Windows Phone 8. Recentemente surgiram rumores de que a fabricante sul-coreana lançaria em outubro três novos aparelhos com o sistema operacional da Microsoft. De acordo com entrevista ao ePrice, site de tecnologia popular no país, dois desses dispositivos rodarão o Apollo.

De acordo com a Samsung, o foco da empresa estará voltado ao Windows Phone 8, já que o sistema permitirá que smartphones com hardware mais potente sejam utilizados. Por imposição da Microsoft, os atuais aparelhos com Mango são muito semelhantes entre si: processadores single-core de 1,4 GHz ou 1,5 GHz, tela com resolução de 480×800 e 512 MB de RAM. As mudanças ficam apenas por conta do tamanho das telas ou da resolução das câmeras.

Conceito de smartphone com Windows Phone 8 Apollo.

Com hardware mais avançado, a Samsung espera que a plataforma tenha maior aceitação entre usuários de outros sistemas, especialmente do Android, acostumados com configurações poderosas — o quad-core Tegra 3 e os rumores de um Galaxy S III com 2 GB de RAM dão uma ideia da guerra de hardware das fabricantes. É claro que não adianta ter hardware potente e sistema lento, mas especificações técnicas chamam muito a atenção de usuários.

Ainda não há mais detalhes sobre os smartphones com Apollo, mas um possível modelo chamado Mandel (SGH-i667) deverá ser lançado no mesmo período com o Windows Phone 7.5 Refresh, conhecido anteriormente como Tango.

Com informações: Ubergizmo

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque