Avatar

Bia Kunze

Sobre

Bia Kunze, também conhecida como Garota Sem Fio, teve seu primeiro celular 3 anos antes do seu primeiro PC. É consultora em tecnologia móvel, palestrante, professora e comentarista da rádio CBN. A paixão pela mobilidade é orgânica: ela não tem a menor paciência de ficar sentada na frente de um computador. Twitter: @garotasemfio. Facebook: Bia Kunze

Artigos de Bia Kunze

Céus, como as pessoas levam esse Facebook a sério!

às 14h52 por

Não sou daquelas fãs fervorosas de redes sociais. Uso com parcimônia. Sei que são úteis e interessantes, cresci profissionalmente com elas, dou palestras a respeito. Mas sei também que são sorvedouros de tempo. E meu dia costuma ser bem cheio. Tenho meu blog há 10 anos e não hesito em dar uma parada quando minha saúde assim exige. Optei por usá-lo não como uma fonte de renda, mas uma vitrine do meu trabalho e um local onde compartilho informações por prazer, e não obrigação. Tenho uma conta n

Memes com erro ortográfico me deixam #chatiada

às 17h42 por

Queridos leitores do Tecnoblog, é muito bom estar aqui novamente! Por conta de novos desafios profissionais e as eternas idas e vindas na minha saúde tive que dar um tempo nas colunas. Felizmente tudo está entrando nos eixos agora. Mal via a hora de voltar! Não sumi completamente: embora tenha deixado as colunas e o blog em segundo plano, sempre que posso compartilho informações nas redes sociais. É meu melhor canal de contato com leitores e ouvintes. E as

Descaso com a desgraça alheia na era digital

às 16h43 por

Tem dias que paro para refletir sobre as consequências sociais de toda essa tecnologia que nos cerca. Na maior parte das vezes, só tenho elogios. Por exemplo, por aproximar as pessoas. Há quem ache o contrário. Contudo, pela quantidade de famílias separadas pela distância, que conta apenas com a tecnologia para matar a saudade, o saldo é positivo. São um respiro de alegria para parentes que vão estudar ou trabalhar fora. E para certos avós, cujos filhos e netos estão espalhados pelo país, significa até a cura de quadros depressivos. Sou uma otimista defensora da t

De compulsões para enganações coletivas

às 16h17 por

Compras coletivas. Já abordei esse assunto espinhoso aqui no Tecnoblog, sob o título "compulsões coletivas", mostrando que tais serviços nos fazem comprar coisas desnecessárias por impulso. Quem dera o problema fosse apenas esse. As pessoas estão se conscientizando que tais sites apelam para coisas muito piores: descontos maquiados, restrições (às vezes absurdas) de datas e horários no uso dos cupons, deliberada má qualidade do serviço apenas para clientes desses sites. Os protestos estão

Adaptar hábitos à era digital não é fácil

às 17h02 por

Lá vou eu contar mais uma história sobre minha já folclórica mãe. Em crônicas prévias, como a do Saraiva, vocês viram que ela não é uma pessoa fácil... Pois bem. Há algum tempinho o cabeçote do seu multifuncional pifou, e na assistência técnica disseram não haver peças pois o modelo era importado — apesar de comprado no Brasil. Enquanto ela esbraveja, prometi procurar um para ela e mandar importar. Enquanto isso, meu próprio multifuncional ficou à disp

Filtrar conteúdo é uma arte

às 15h35 por

Gente… Nunca foi tão complicado ler notícias. Não me refiro à blogs, redes sociais, mídias alternativas. Estou falando do convencional: jornais, revistas. "Hein? A Bia pirou? Com tanto jornal e portal de notícias na web, abundantes de conteúdo, e de graça?" Sei que parece paradoxal, mas o excesso de informação muitas vezes pode ser tão ruim quanto a informação escassa. Digo isso por experiência própria. Manter-se informado virou um exercício de sabedoria e paciência. E nome do dilema é… FILTROS. Está

“MP do Bem” para tablets: será que agora vai?

às 15h57 por

Essa semana minha coluna aqui no Tecnoblog atrasou um pouquinho… é que eu estava esperando algumas novidades importantes, como a MP do Bem para tablets e o lançamento do Ypy da Positivo, e algumas respostas de emails que encaminhei a especialistas com dúvidas sobre o tema. Vocês, leitores do Tecnoblog, já sabem o quanto desejo ver nossa indústria nacional prosperando, mais pessoas se

Distribuição de filmes e séries online ainda é patética

às 16h38 por

Gerou bastate repercussão a chegada da Netflix no Brasil. Praticamente todos os veículos de comunicação, na área de informática ou leigos, noticiaram. Não resta dúvidas que o futuro do entretenimento audiovisual é o streaming. O que me espanta é a demora que estúdios, produtoras e distribuidoras tiveram para se dar conta disso. Conta-se, por cima, cerca de uma década de troca livre de arquivos pela internet. Com o tempo, filmes e música se tornaram a maior parte deles. Nã

Tecnologia brasileira: é hora de arregaçar as mangas!

às 15h44 por

O cenário brasileiro nunca foi tão favorável ao mercado de eletrônicos: economia pujante, recordes nas vendas de PCs e celulares e uma classe C emergente, com fartura de crédito e muita vontade de gastar. Mesmo assim, nossa indústria patina, patina e não sai do lugar. Eu poderia listar nesta coluna dezenas de amigos e conhecidos, pequenos empreendedores, que nunca estiveram tão desanimados em produzir localmente. Tem o que fabrica embalagens para doces e chocolates; as malharias; as fabricantes de sapatos; os fabricantes de brind

O triste fim da escrita cursiva

às 15h26 por

Não é de hoje que educadores norte-americanos discutem o fim do ensino da escrita cursiva — a nossa chamada "escrita à mão", treinada exaustivamente nas idades mais tenras em aulas de caligrafia. Recentemente, o estado de Indiana resolveu aboli-la de vez, privilegiando as letras de imprensa e aulas de digitação. Não foi o primeiro: Carolina do Norte e Geórgia compartilham a mesma filosofia. De fato, num mundo cada vez mais conectado, escrever à mão tem se tornado um exercício raro. No trabalho, tudo é executado com

Ainda sobre a banda larga impopular

às 16h43 por

Uau, quantos comentários! Obrigada a todos que colaboraram na discussão! Agora não preciso mais colocar impopular entre aspas, pois essa impopularidade está mais que confirmada. Hehe! Só gostaria de reforçar algo que vocês talvez não tenham prestado muita atenção: Os 300 MB não são o ponto-chave do artigo. E sim, o compromisso mensal de R$ 35, inacessível para o público-alvo da proposta, ainda que seja só para espiar seus emails uma vez por s

Virando a mesa da banda larga “impopular”

às 16h01 por

Da semana retrasada pra cá, venho acompanhando com interesse a repercussão dos leitores do Tecnoblog às notícias que concernem a banda larga popular. Como bem sabemos, o governo quer baratear o acesso à internet de alta velocidade aos brasileiros. Mas como isto está sendo proposto é alvo de muita polêmica. Entre os comentários dos leitores, é quase unânime a opinião de que 300 MB de limite mensal para download

Carregar mais posts