Avatar

Henrique Martin

Sobre

Henrique Martin, Jornalista formado pela PUC-SP, tem 11 anos de experiência com comunicação e internet. Cobre a área de tecnologia desde 1999, quando foi repórter na Folha de S.Paulo. Desde então, passou por veículos como PC Magazine, Macworld, PC World, The Industry Standard e Folha Online, entre outros. Hoje é dono do Zumo.

Artigos de Henrique Martin

A incrível corrida pelos updates do Android

às 19h50 por

Se existe um sistema operacional para smartphones perdido no mundo, seu nome é Android. Só no mercado brasileiro, temos inúmeras opções com sua versão 1.5 (Motorola Dext/Quench/BackFlip; Samsung Galaxy/Galaxy Lite; LG GW62

Gmail: o killer app do Google Android

às 17h49 por

Trocar de telefone - e de plataforma - nunca é uma tarefa fácil. Faz anos que eu tinha minha vida razoavelmente resolvida em torno do Symbian (com Nokias E62, N95, 5800) e, no fim do ano passado, peguei um aparelho com Android (um Motorola Dext). Análise: Nokia 5800 XpressMusic Fato é que a migração é razoavelmente tranquila. Para quem está acostumado com um iPhone, o Android só tem mais botões para apertar. Não sou da turma dos neuróticos por aplicativos (convenhamos, entre 30 mil do A

Oh, ainda não é a hora da TV 3D

às 13h40 por

2010 é o ano da indefinição da TV 3D, anote na sua agenda. Até é uma evolução tecnológica incrível para o entretenimento doméstico, mas acredito que existem algumas pedras no caminho da terceira dimensão - pelo menos por um ou dois anos.A primeira boa notícia é que parece não existir uma guerra de padrões do tipo "meu 3D é melhor que o seu" como já ocorreu na ultrapassada disputa entre Blu-ray e HD-DVD. Existem, entretanto, diferenças entre as tecnologias dos óculos usados pelos fabricantes, o que deve causar uma ce

Windows Phone: agora vai?

às 10h54 por

Na semana passada, a Microsoft de Steve Ballmer anunciou o lançamento do Windows Phone para o final do ano. Confesso: minha relação com o Windows portátil, até então, sempre foi inconstante, com altos e baixos (mais baixos, na verdade). Quem sabe esse Windows Phone não me dá uma nova esperança.Nunca tive um telefone com Windows Mobile ou afins - já testei alguns, entretanto. Tive o

3 alternativas interessantes aos smartphones

às 22h25 por

Smartphones são o objeto de desejo de muita gente, certo? A escolha entre iPhone, Android e, por que não, Symbian depende muitas vezes do perfil de uso do comprador. Mas e quem não quer um smartphone, mas algo com recursos a mais (esqueçam o preço aqui, por favor)? A resposta está nos featurephones - não são "smart" por completo, mas realizam tarefas parecidas, e até vêm com alguns recursos bastante específicos. Dou três exemplos bacanas disso a seguir. Sony Ericsson W995

Por que o Google Phone pode não ser uma boa idéia

às 11h47 por

No último final de semana pipocaram informações sobre o Google Phone, ou Nexus One, um aparelho a (teoricamente) ser fabricado pela HTC com a marca Google e vendido diretamente ao consumidor final nos Estados Unidos. Mas que diabos isso significa para o mercado de smartphones?Até onde sei, o Google é parte da Open Handset Alliance, entidade responsável pelo desenvolvimento do sis

Você acredita na TV digital?

às 15h35 por

TV digital é uma tecnologia cabeça de bacalhau: todo mundo sabe que existe, mas quase ninguém viu. Os fabricantes até tentam incentivar seu uso, cada vez mais telas planas vêm com o receptor integrado, mas cadê sua adoção em massa? Meu primeiro contato com TV digital foi na distante Copa de 1998. Era meu primeiro ano como redator na Folha de S.Paulo (estava na faculdade ainda) e, sabe-se lá por qual razão, a Rede Globo instalou "TVs digitais" nas redações, até onde sei, da Folha, do Estadão e do Globo, no Rio. Nem de longe davam ideia que você ou eu teriam "aquilo" em casa: e

O celular mais caro do Brasil?

às 15h32 por

Sei que a reclamação mais fácil de fazer envolvendo qualquer item tecnológico é o preço. Pode ser do Xbox 360, da licença do Windows 7 Ultimate ou até mesmo do plano de dados do iPhone (escolha sua operadora e aponte o dedo). Conheço bem as burocracias, impostos e pentelhações por trás do que gera valores absurdos no bolso do consumidor final. E não costumava reclamar de preço de nada não (se meu bolso não permite, não compro, oras).Isso, claro, até conhecer o

Esperanças para a quarta tela

às 19h16 por

É mais que comum ouvir dos fabricantes de telefones celulares que o aparelho é a "quarta tela" em importância nas nossas vidas. Depois do cinema, da TV e do computador, o pequeno LCD que vai no bolso é o que vai nos guiar pelo mundo online. É sério. Quem começou com esse papo de "quarta tela" foi a Nokia. Lembro de, em 2006, já ouvir os finlandeses falando nisso, no distante lançamento do N95 (que já foi celular carés

Além de elevar, vamos criar novos jogos?

às 18h54 por

Outro dia o “chefe” Mobilon tirou um monte de palavras da minha boca ao pedir para “elevar o nível do jogo” na blogosfera. Acho, pessoalmente, um saco ficar discutindo isso, mas tem momentos que é preciso falar algumas coisas para tirar o nó da garganta. Se o tema básico do Mobilon foi pela profissionalização da coisa, quero falar da criação da coisa em si. Todo mundo sabe que existe o fenômeno nada isolado das cornucópias de blogs, e o meio tecnológico (por acaso

O mundo dos rumores da Apple. E daí?

às 12h00 por

Vi um Mac pela primeira vez em 1995, creio. Terceiro ano do colegial, estágio num escritório estranho de arquitetura, mas essa não era nem nunca foi minha função: limpar vírus dos PCs do outro lado da empresa, na área de engenharia (fugi de lá dois meses depois). Mentira. Anos antes, um amigo em Santos tinha um Mac onde jogávamos Carmen Sandiego, mas acho que eu nem imaginava o que era Apple naque

Sem ansiedade com o Wave

às 10h57 por

Confesso que não entendi o Google Wave quando ouvi falar dele pela primeira vez. Me pareceu um misto de cliente de e-mail com chat online, e só consegui visualizar seu verdadeiro potencial quando assisti a uma apresentação de