Lei e ordem

Sobre

Posts sobre decisões judiciais, disputas nos tribunais e casos envolvendo autoridades da lei (polícia, exército, guarda nacional e afins).

Produtos

Ver todos

Reino Unido discute desativar redes sociais em ocasiões de violência

12/08/2011 às 16h15 por

"O fluxo livre de informações pode ser usado para coisas boas. Mas também pode ser usado para coisas ruins." Com essas palavras, o primeiro-ministro do Reino Unido justificou uma posição bastante controversa de seu governo. David Cameron diz que a onda de violência em Londres poderia ser evitada se os serviços de troca de mensagens, como Twitter e Facebook, não estivessem disponíveis para esse tipo de engajamento (chamemos assim).Falando ao Parlamento britânico, Cameron não poupou palavras contra as redes sociais no uso específico desse

Protestos em Londres: a culpa é de GTA IV?

10/08/2011 às 20h40 por

As cenas de violência vistas em Londres nos primeiros dias desta semana foram inspiradas pelo game GTA IV, afirma uma matéria publicada pelo tablóide Daily Mail de terça-feira (10). "Quando eu era jovem apenas haviam jogos como Pac Man e de cartas. Agora os garotos estão jogando GTA e querem o tornar realidade", afirmou um policial ao jornal durante uma matéria publicada nesta terça-feira. "As pessoas que fizeram isso

Catho recebe nova multa por invasão e roubo de dados

04/08/2011 às 13h39 por

Enquanto uma legislação própria para punir pessoas de carne e osso que invadem servidores não fica pronta, a justiça brasileira já sabe (mais ou menos) o que fazer no caso de pessoas jurídicas. A Catho, conhecida empresa de recrutamento online, foi condenada ontem por concorrência desleal ao usar dados obtidos de forma menos do que legítima: invadindo de servidores de empresas concorrentes. Se essa notícia soa extremamente familiar para você, provavelmente está lembrando da época em que a mesma empresa

Ao proibir perfis fakes, Google+ pode estar indo contra a lei

28/07/2011 às 09h16 por

Deixando uma boa primeira impressão em seus testes (cada vez menos) privados, a rede social Google+ talvez esteja quebrando algumas leis europeias, como apontam seus usuários. Isso acontece porque nas últimas semanas o Google excluiu perfis considerados irregulares, determinando que os usuários usassem apenas seus nomes verdadeiros "e não apelidos ou outros nomes", incluindo o de personagens e empresas. O problema é que essa prática vai de encontro com a lei

FBI apreende computadores de hackers do Anonymous

19/07/2011 às 14h47 por

Enquanto alguns integrantes do Anonymous se empenham na criação de uma rede social própria, outros recebem os oficiais de polícia dos Estados Unidos em suas residências. O FBI decidiu fechar o cerco contra os hackers que têm se envolvido nos mais diversos ataques, a começar por aqueles baseados em Nova York. Com mandados de busca e apreensão nas mãos, os agentes do FBI obtiveram computadores e outros equipamentos de supostos integr

Rastrear iPhones rendeu multa inacreditável para Apple na Coreia

15/07/2011 às 09h15 por

Indignado com a denúncia de que a Apple se utilizava de diversos recursos do iPhone para rastrear a movimentação de seus usuários, um advogado coreano chamado Kim Hyung-suk resolveu acionar a justiça local para fazer valer seus direitos como cidadão e consumidor do telefone da maçã. Depois de uma longa batalha nos tribunais iniciada no último mês de maio, Hyung-suk saiu vitorioso com uma indenização no valor de 1 milhão de wons (moeda lo

Microsoft quer cobrar da Samsung 15 dólares por aparelho Android

06/07/2011 às 12h34 por

Nos últimos meses a Microsoft tem criado acordos com empresas que fabricam celulares Android. Embora os termos exatos dos acordos não são revelados, a empresa diz que estão relacionados à possíveis problemas de propriedade intelectual do sistema, que conflitam com certas patentes das quais a MS é dona. A gigante de Redmond oferece, então, às fabricantes a oportunidade de um licenciamento para evitar possíveis processos litigiosos. Quatro fabricantes já concordaram em pagar à Microsoft pelas licenças,

Twitter: a próxima vítima do governo americano?

30/06/2011 às 18h20 por

Foi com certa surpresa que, na semana passada, eu escrevi por aqui que a Federal Trade Commission dos Estados Unidos (FTC) havia iniciado uma grande investigação das práticas comerciais do Google. O próprio buscador confirmou a informação. Pois bem, parece que a mesma comissão está de olho em outro serviço web importantíssimo para muita gente. Dica: o símbolo máximo de seu fracasso é uma baleia e ele limita os usuários a escreverem apenas 140 caracteres por vez.

Fugindo dos impostos, Amazon encerra programa de afiliados na Califórnia

30/06/2011 às 17h22 por

A Amazon disparou um email que comunica o seguinte: desde a quarta-feira (30), seu programa de afiliados está encerrado para todos os revendedores baseados no estado da Califórnia. Loucura? Não, essa atitude da Amazon visa justamente fugir dos impostos, que serão aplicados também a compras pela internet. Ainda na quarta-feira, a maior loja virtual do mundo havia comunicado seus parceiros do Amazon Associates Program que um novo imposto estava sob análise do governador do estado, Je

Wi-Fi grátis chega aos aeroportos em julho, revela ministra

27/06/2011 às 16h30 por

Mal chegou ao gabinete da presidente Dilma Rousseff, a ministra Gleisi Hoffman já nos traz boas notícias. Na qualidade de ministra-chefe da Casa Civil (ocupando o cargo do demissionário Antônio Palocci), Gleisi afirmou nessa segunda-feira que a presidente Dilma quer liberar a internet sem fio nos aeroportos já no mês que vem. Gleisi é a mesma ministra que, no começo do mês, foi ao Senado discursar. Em vez de levar a cola do pronunciamento em papel, ela

Google está sob investigação do governo americano

24/06/2011 às 16h53 por

Nada de boas notícias para os nossos amigos de Mountain View. O Google anunciou nessa sexta-feira que recebeu uma notificação da FTC (Federal Trade Commission, ou Comissão Federal de Comércio) nos Estados Unidos. Na carta, o órgão afirma que vai conduzir uma enorme investigação acerca das práticas comerciais do Google nos últimos anos. A investigação é considerada como anti-truste, porque tenta levantar informação sobre práticas de truste do Google. Para quem não sabe, o tal do

O mouse e o megafone

20/06/2011 às 16h51 por

Imagine-se caminhando por uma praça pública onde circulam cerca de 1.000 pessoas. De megafone em punho, você faz uma declaração racista. O que aconteceria? Excetuando-se a possibilidade da agressão física imediata, dá para fazer um paralelo desta situação com a internet em tempos de redes sociais. Dentre as 1.000 pessoas, um tanto se indignou, outro tanto ignorou, e outra parcela passou a mensagem para frente. Difícil saber o número total de pessoas que acabou recebendo a mensagem, mas foi o suficiente para que a Justiça entrasse em ação. E quem acha que isso não dá em nada

Carregar mais posts

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha