Início / Especiais / Aplicativos e Software /

Android 13 Tiramisu: as primeiras novidades que o Google não mencionou

A primeira prévia do Android 13 Tiramisu já está entre nós; eis uma lista com as primeiras novidades não reveladas pelo Google

Emerson Alecrim

Por

Especial
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Ano novo, Android novo. O Google anunciou a primeira prévia do Android 13 Tiramisu nesta semana, ainda que sem revelar todas as características da novidade. Mas não se preocupe. Nas próximas linhas, você descobrirá os primeiros novos recursos do sistema operacional.

Android 13 Tiramisu (imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)
Android 13 Tiramisu (imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)

Comecemos por um detalhe que você deve ter notado: sim, o codinome do Android 13 é Tiramisu, aquela sobremesa de origem italiana que leva biscoitos de champanhe e café.

É verdade que o Google não dá mais tanta importância a codinomes com nome de doce, razão pela qual é pouco provável que “Tiramisu” apareça em materiais de marketing do Android. Apesar disso, o nome está lá.

Mas vamos ao que mais importa: os detalhes funcionais que já podem ser conferidos no Android 13 Developer Preview 1 (Android 13 DP1).

😎 Modo convidado mais útil

Faz tempo que o Android tem um modo de convidado que, como tal, permite a uma pessoa utilizar o celular de outra, mas sem ter acesso aos dados do dono. A versão 13 do sistema operacional torna essa função mais útil ao possibilitar que, ao criar um perfil de usuário convidado, você defina quais aplicativos estarão disponíveis para ele.

Naturalmente, o convidado terá que fazer login com as suas próprias credenciais nos apps que você autorizar.

Escolhendo apps em perfil de convidado (imagem: reprodução/Esper)
Escolhendo apps em perfil de convidado (imagem: reprodução/Esper)

🗑 Área de transferência que se esvazia sozinha

O Android 13 introduz uma função que pode esvaziar a área de transferência (clipboard) automaticamente a cada hora. Por quê? Bom, muitos aplicativos acessam o clipboard sem você perceber. Com o esvaziamento automático, as chances de algum dado pessoal ser acessado indevidamente por um deles diminui.

Além disso, esse recurso pode impedir que você cole informações velhas em uma conversa, por exemplo. Mas, se a ideia não te convenceu, não se preocupe: o esvaziamento só funciona se você não tiver copiado nada nos últimos 60 minutos e vem desativado por padrão.

📆 Painel de privacidade de sete dias

Talvez o Android 12 seja a versão da plataforma que mais jogou luz sobre a privacidade. O Android 13 deve continuar essa missão ao, por exemplo, expandir o painel de privacidade: a função será capaz de exibir quais recursos do aparelho (como câmera e microfone) foram usados nos últimos sete dias — atualmente, esse intervalo é de apenas 24 horas.

Painel de privacidade no Android 13 Tiramisu (imagem: reprodução/Esper)
Painel de privacidade no Android 13 Tiramisu (imagem: reprodução/Esper)

🔦 Quick Tap agora com lanterna

O Quick Tap é um recurso introduzido no Android 12 que permite ativar rapidamente o Google Assistente ou fazer captura de tela, por exemplo, com dois toques rápidos na traseira do smartphone (você seleciona uma das várias funções disponíveis).

No Android 13, o recurso vai receber um pequeno incremento: a possibilidade de, com esses toques rápidos, a lanterna ser ativada.

Trata-se de um recurso interessante, pois o Quick Tap usa aprendizagem de máquina e acelerômetro para detectar o movimento. Só é uma pena essa funcionalidade estar limitada à linha Google Pixel, pelo menos por enquanto.

🔇 Modo de toque silencioso mais… silencioso

Quando você ativa o modo de toque silencioso no Android 12, o aparelho deixa de emitir sons, mas pode ativar o feedback háptico (a vibração que serve para comunicar algo) sob determinadas circunstâncias, por exemplo, quando os botões de navegação são usados.

Mas, no Android 13, o modo silencioso desativa quase todos os avisos baseados em feedback háptico, como pouquíssimas exceções — o dispositivo ainda vibra se o desbloqueio por impressões digitais falhar, por exemplo.

Muita gente que tem acesso ao Android 13 DP1 parece não ter gostado disso, porém. Se as impressões continuarem sendo negativas, é possível que essa mudança seja deixada de lado em atualizações futuras.

📸 Atalho para leitura de QR Code

Alguns fabricantes adicionam uma opção para leitura de QR Code entre aqueles botões de acesso rápido que aparecem quando abrimos a área de notificações. Pois bem, o Android 13 deverá trazer esse atalho como recurso nativo.

Não é só isso: também haverá por ali uma opção nativa para ativar o modo de navegação com uma mão só.

Acesso rápido a QR Code no Android 13 Tiramisu (imagem: reprodução/Esper)
Acesso rápido a QR Code no Android 13 Tiramisu (imagem: reprodução/Esper)

🎵 Controle de mídia com visual renovado

Ok, apenas ligeiramente renovado. Mas não deixa de ser uma novidade: o Android 13 DP1 mostra que o widget do reprodutor de mídia está maior e tem um botão play/pause mais pronunciado no canto direito. O widget também mostra uma barra de progresso com informações sobre a faixa que está sendo reproduzida.

Sim, ficou faltando uma imagem da capa do álbum, mas, provavelmente, esse recurso será inserido na ferramenta em atualizações futuras.

Player no Android 12L à esquerda, player no Android 13 à direita (imagem: reprodução/Esper)
Player no Android 12L à esquerda, player no Android 13 à direita (imagem: reprodução/Esper)

🔈 Media Tap To Transfer

O Android 13 DP1 também tem referências para uma novidade chamada Media Tap To Transfer (ainda sem tradução para o português). Trata-se, aparentemente, de uma função que permite a um celular ou tablet transmitir música para um dispositivo compatível (como um alto-falante ou uma smart TV) de modo mais rápido e fácil.

Como? Quando os dois dispositivos ficarem próximos, o Android 13 exibirá uma opção que permite que o usuário ative a transferência com um simples toque. Tende a ser algo similar ao modo Handoff do HomePod.

👅 Escolha o idioma de cada aplicativo

Quando você escolhe um idioma no Android, essa configuração vale para todo o sistema, a não ser que você defina uma língua diferente nos aplicativos que têm essa função.

No Android 13, será possível definir o idioma preferido para cada um dos apps instalados (desde que eles tenham suporte a múltiplas línguas, é claro). Se nada for escolhido, o aplicativo seguirá o idioma definido para o sistema operacional.

🤔 O misterioso Camera Obfuscator

Por último, um recurso misterioso: em alguns poucos aparelhos, a exemplo do Pixel 6, o Android 13 DP1 traz um aplicativo chamado Camera Obfuscator que ninguém sabe ao certo como funciona ou para que serve.

Pelo o que o Android Police conseguiu apurar, trata-se de uma ferramenta que permite compartilhamento de imagens, mas removendo todos os metadados destas ou permitindo que elas sejam ofuscadas (como o nome sugere).

Por ora, esse parece ser um recurso interno do Google, talvez colocado no Android 13 DP1 por engano. Mas fiquemos de olho.

O misterioso Camera Obfuscator (imagem: reprodução/Android Police)
O misterioso Camera Obfuscator (imagem: reprodução/Android Police)

🎁 Android 13 chega no segundo semestre

É claro que essas não são as únicas novidades que o Android 13 Tiramisu deve trazer. Lembremos que estamos apenas na primeira prévia do sistema. No decorrer dos próximos meses, mais novidades virão à tona.

Se você estiver se perguntando quando terá acesso ao novo sistema operacional, saiba que é preciso ter um pouco de paciência. Como de hábito, a versão final do Android 13 só deve ser liberada no segundo semestre.

A primeira versão beta deve chegar muito antes, porém: a previsão é a de que ela seja disponibilizada já em abril. Antes disso, em março, o Google planeja liberar a versão Developer Preview 2.

Com informações: Android Police, XDA Developers, Esper.