Especiais Internet

Fontes para seguir no Twitter e receber informações confiáveis sobre Ucrânia e Rússia

Jornalistas, especialistas em relações internacionais estão entre as fontes de informação importantes para entender conflito entre os países

André Leonardo
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Desde que a Rússia iniciou a invasão militar contra a Ucrânia no dia 24 de fevereiro, muitas contas começaram a compartilhar vídeos e conteúdos sobre o conflito no Twitter. Contudo, como você pode imaginar, a rede social é um lugar bastante fértil para a disseminação de fake news. Confira uma lista com fontes confiáveis e também como criar listas e filtrar informações relevantes sobre o conflito.

Logo Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Por que filtrar o conteúdo?

Embora a invasão russa sobre o território ucraniano seja algo condenado pela maioria dos países, a discussão sobre geopolítica que envolve os países é muito antiga e complexa para ser definida por quem não entende as questões envolvidas. 

Portanto, é importante ver quem está compartilhando o material e não aceitar tudo como verdade. O objetivo de quem produz fake news é gerar revolta e fazer com que o conteúdo seja compartilhado sem que as pessoas reflitam.

Esse artigo vai apresentar fontes que combinam especialistas sobre os países envolvidos na guerra, veículos de comunicação reconhecidos, jornalistas e outras contas que postam conteúdo sobre o conflito em inglês e português.

Adicionalmente, saiba como criar listas e traduzir Tweets para organizar o seu conteúdo e ficar por dentro do debate.

Pessoas que publicam em português

  • Oliver Stuenkel — Professor de Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas
  • Mariana Sanches — Jornalista, cientista social e correspondente da BBC Brasil nos Estados Unidos
  • Yan Boechat — Jornalista — Está na Ucrânia cobrindo o conflito 
  • Tanguy Baghdadi — Professor de Relações Internacionais da Universidade Veiga de Almeida

Pessoas que publicam em inglês

Volodymyr Zelensky (imagem: Facebook/Centro de Comunicações Estratégicas da Ucrânia)
Volodymyr Zelensky (imagem: Facebook/Centro de Comunicações Estratégicas da Ucrânia)
  • Joe Biden — Presidente dos Estados Unidos (conta oficial da presidência)

Veículos de comunicação

Em português

  • O Globo Mundo — Conta do jornal O Globo focada em notícias internacionais
  • Folha Mundo — Perfil oficial da editoria Mundo da Folha de São Paulo

Em inglês

The Kyiv Independent imagem divulgação
The Kyiv Independent é um site de jornalismo independente da Ucrânia (Imagem: Divulgação)
  • Kyiv Post — Portal de notícias ucraniano existente desde 1995
  • The Kyiv Independent — Site de jornalismo independente que produz conteúdo sobre a Ucrânia em inglês, composto por jornalistas que discordavam da linha editorial do Kyiv Post 

Organizações e Instituições

Imagem Logo ONU
É possível acompanhar informações sobre refugiados pelos perfis da ONU (Imagem: Reprodução/ ONU)
  • Reporters Without Boarders – Organização não governamental focada na liberdade de imprensa (conta em inglês)
  • OTAN — Organização do Tratado do Atlântico Norte (conta em inglês)
  • ONU Brasil — Perfil das Nações Unidas em português 

Como criar uma lista no Twitter para acompanhar o conflito

Agora que você tem indicações de perfis para seguir e acompanhar informações sobre a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, é possível ler o conteúdo dessas contas de forma separada do seu feed, através das listas do Twitter. 

O recurso permite que você crie listas com temas específicos e inclua contas relacionadas ao tópico. Nós já explicamos como criar listas no Twitter e as diferenças entre listas públicas e privadas.

A vantagem de ter uma lista para o assunto é poder fixá-las na página inicial. Dessa forma, fica mais fácil de ver o que essas contas estão publicando, a um gesto de distância.

Imagem lista do Twitter - Conflito Rússia - Ucrânia
Listas do Twitter podem ser uma boa alternativa para filtrar conteúdo (Imagem: Lucas Lima/ Tecnoblog)

Como traduzir um Tweet

Como uma das características do Twitter é ser uma rede de troca de informações rápidas, a plataforma elaborou um recurso de tradução de Tweets em parceria com o Google e a Microsoft, que pode ser útil para acompanhar informações direto de fontes internacionais.

Para traduzir um Tweet é simples: 

  1. Clique na mensagem desejada em sua lista ou no seu feed;
  2. Depois, clique na opção “Traduzir Tweet” que fica abaixo do texto original da mensagem.
Imagem traduzir Tweet - Conflito Rússia - Ucrânia
Tradução de Tweet (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

O recurso funciona para diversos idiomas, como é possível ver na mensagem do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky. Caso o Tweet não possa ser traduzido automaticamente a mensagem “Traduzir Tweet” não será exibida.

Se você não conseguir traduzir um Tweet, ainda é possível copiar o texto e fazer a tradução na internet. Em outro texto, nós explicamos como usar o Google Tradutor, caso precise de ajuda.

É importante ficar atento quanto a campanhas de desinformação para não compartilhar mentiras na rede, pois a responsabilidade é de todos.

André Leonardo

Analista de Conteúdo

André Leonardo é jornalista e radialista formado pela UCAM, com MBA em Mídias Sociais. Trabalhou por 15 anos no mercado audiovisual em empresas como TV Brasil e TV Globo antes de entrar para o Tecnoblog, em 2020. Apaixonado por games, produziu conteúdo para sites e seu canal no YouTube. Já foi judoca, skatista e atualmente está começando a encarar corridas leves.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque