Início / Especiais / Jogos /

Boas músicas que embalaram bons jogos

Só não tem Michel Teló.

Trevis Bonifácio

Por

Especial
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Alguns jogos marcam a vida das pessoas por sua trilha sonora. Por exemplo, duvido que algum leitor do Tecnoblog não consiga cantarolar pelo menos duas músicas de Super Mario Bros. Mas muitos jogos ainda conseguem se destacar com trilhas sonoras que não foram compostas exclusivamente para os títulos, mas sim por bandas reais e só depois foram utilizadas para enfatizar a ação nos games.

Que tal dar uma olhada nas séries com as melhores trilhas sonoras licenciadas no mundo dos games?

Colocar músicas licenciadas em um jogo é uma atividade boa tanto para a desenvolvedora do jogo quanto para as gravadoras e bandas. A produtora paga os royalties necessários para os proprietários da música e voilá! A trilha sonora do jogo está pronta.

Ok, na vida real é um pouco mais complexo que isso, mas vamos acreditar nessa historinha e partir logo pra lista com os jogos que devem ter aumentado seu conhecimento musical.

Não se esqueça de dar play nas músicas com os players (se funcionarem!) gentilmente oferecidos pelo Grooveshark. Quem lê pelo feed RSS talvez tenha que abrir o artigo completo para curtir as canções.

Tony Hawk’s Pro Skater

When Worlds Collide by Powerman 5000 on Grooveshark

A série estreou no Playstation, levando as manobras do skatista profissional Tony Hawk (dã, olha o nome do jogo) para os consoles de casa, trouxe consigo uma trilha sonora recheada de Punk Rock e Hardcore.

Quem algum dia jogou pelo menos o multiplayer de algum dos jogos da série com certeza se lembrará de bandas como Dead Kennedy’s, Rage Against the Machine ou Millencollin. Não posso contar quantas horas fiquei tentando pegar todas as tapes em Tony Hawk’s Pro Skater 2 ao som de “When Worlds Collide“.

Need for Speed

The Only by Static X on Grooveshark

Pra ser sincero, demorei pra gostar dessa série de corrida, comecei com NFS: Underground, mas a trilha sonora que me fazia acelerar nas curvas e ocasionalmente enfiar meu Skyline em uma parede era no mínimo sensacional. Story of the Year, Static X e Asian Dub Foundation empolgavam o jogador na noite da cidade grande.

Além da trilha para te incentivar atrás do volante, o jogo contava com alguns raps para quando você fosse gastar algum tempo modificando seu carango. É, eu não lembro nenhum dos nomes dos raps, mas lembro muito bem de como foi DO CAR***O quando passei por cima do trem pela primeira vez.

Pro Evolution Soccer, FIFA e outros jogos de esportes

Sweet Disposition by The Temper Trap on Grooveshark

Como não sou verdadeiramente aficionado por jogos de futebol e outros esportes, não quero falar besteira sobre nenhum desses títulos. A verdade é que durante uma partida de PES 2011, o momento que mais me agrada é quando meu adversário ainda está configurando seu time — nessa hora eu sou um completo idiota olhando menus que não me fazem o menor sentido — e posso ouvir The Temper Trap ou Phoenix.

Ainda na categoria de esportes, a série Madden NFL merece ser citada, pois traz uma trilha cheia de clássicos como KISS, Black Sabbath e Queen.

Burnout

Paradise City by Guns N’ Roses on Grooveshark

A série Burnout chegou ao Playstation 2 e Xbox trazendo como objetivo principal jogar seus oponentes fora da pista, usando carros super velozes. Para aumentar a adrenalina os jogoscontavam com uma gama alta de músicas de pós-hardcore e indie rock. Burnout 3 te permitia dirigir perigosamente em vários pontos do planeta ao som de Funeral for a Friend, Franz Ferdinand, F-Ups e até Yellowcard. Burnout: Paradise — o próprio nome do jogo foi inspirado na música do Guns’n’Roses — traz uma trilha sonora ainda mais variada, contando com Alice in Chains, Faith no More, Soundgarden e até LCD Soundsystem, que está super na moda. Dirigir perigosamente não poderia ser mais divertido.

Rock’n’Roll Racing

Rock’n’roll Racing

Bad To The Bone by George Thorogood on Grooveshark

Se você estava pensando que trilha sonora licenciada é coisa de videogame moderno, estava enganado. Muito antes de videogames com som de CD e gráficos 3D realistas um jogo de Super Nintendo trazia clássicos do Rock’n’Roll como trilha de suas corridas futurísticas com mísseis e bombas. Em Rock’n’Roll Racing o objetivo era terminar a corrida em primeiro lugar, as valia usar de qualquer trapaça para deixar os oponentes para trás e, para animar essa disputa, podíamos ouvir Steppenwolf, Black Sabbath e, melhor música, George Thorogood. “Let the carnage begin!” com rock’n’roll em MIDI.

Ouvir a trilha de um jogo legal pode ser um ótimo meio de conhecer novas bandas e apreciar estilos diferentes. Hoje em dia a quantidade de jogos com músicas licenciadas tem aumentado bastante, inclusive com a ajuda dos jogos musicais como Guitar Hero e Rockband. Quais músicas você já conheceu por conta de algum jogo legal? Conte nos comentários e ajude a aumentar a lista de músicas boas que se pode ouvir.