Os Simpsons nos games

Izzy Nobre
Por

A indústria televisiva é um cenário cruel. Frequentemente, seriados inteligentes e bem escritos não caem na preferência do povo e, pra desgosto dos fãs, acabam saindo do ar. Por mais promissor que seja, tem que entrar no gosto do povão pra render — senão, vai pra geladeira. Fãs dos excelentes Arrested Development ou Community são perfeitamente familiarizados com esse fenômeno.

Apesar dessa característica meio “mundo cão“, existe um seriado de televisão que conseguiu resistir ao teste do tempo ao ponto de manter-se como favorito entre várias gerações diferentes de telespectadores: Os Simpsons.

O programa, que começou sua vida em 1987 como um mero quadro no “The Tracy Ullman Show” (um programa de esquetes mais ou menos nos moldes do clássico “Saturday Night Live”) e eventualmente virou uma atração por si próprio, é uma figura perene na televisão norte-americana. Entre tantos cancelamentos e hiatos, Simpsons continua firme e forte, plenamente estabelecido como um ícone cultural.

E como tantos outros ícones culturais, Simpsons tem uma presença forte nos games. A série anda meio apagada no meio gamer nos anos recentes, mas alguns clássicos merecem ser celebrados. Estes são meus favoritos:

The Simpsons Arcade Game

The Simpsons Arcade Game é uma combinação sensacional de conteúdo licenciado e gameplay que definiu uma geração. No game, que é na minha opinião tão significativo pro gênero “briga de rua” quanto Streets of Rage ou Turtles in Time, você controla a família mais irreverente da América em cenários clássicos do seriado, dando porrada em outros personagens imediatamente reconhecíveis:

http://www.youtube.com/watch?v=aqZ8E-vQCAg
(Vídeo do YouTube) 

A riqueza de personagens que é uma marca registrada do seriado (olha quantos Springfieldianos têm aparições recorrentes no programa) e serve como uma luva pra um jogo desse estilo.

Bart’s Nightmare

Nem Sonic nem Kid Chameleon . Foi Bart’s Nightmare que me deixou triste por não ter um Mega Drive. Por causa de um engano de uma clássica revista de videogame — e se você pegar alguns fascículos antigos pra ler, notará que eles erravam bastante — que listava o jogo como disponível apenas pro Mega Drive, eu passei a infância inteira sem saber que o Super Nintendo também tinha sua versão.

No game, Bart caia no sono enquanto fazia seu dever de casa. Dentro de seu sonho, um ventilador soprava as páginas da tarefa pela janela, e ele tinha que ir catando uma por uma. Cada página requeria um tipo de fase diferente pra ser conquistada, e o jogo era conhecido por ser desgraçadamente difícil.

http://www.youtube.com/watch?v=tGnie-hwnGE
(Vídeo do YouTube)

O diferencial do jogo eram os diferentes modos de gameplay. Em uma fase você era um clone de Indiana Jones, explorando um templo abandonado (e despistando um diabinho) para ser recompensado com uma página do dever de casa. Em outra, você encarnava o Godzilla e tinha que escalar um prédio pra catar a página empalada na antena.

The Simpsons Cartoon Studio

Este aqui, tecnicamente, não é um game. Mas chamar de “ferramenta de animação” seria dar muito crédito ao programa, então vamos ficar no meio termo. É um quase game.

The Simpsons Cartoon Studio era um aplicativo pra fazer seus próprios desenhos dos Simpsons, um tipo de aplicativo que era relativamente comum na época (a Microsoft tinha o seu também, o 3D Movie Maker), mas parece ter saído de moda. O programa trazia vários cenários, personagens e sons característicos do desenho, e cabia a você colocar-los todos juntos pra contar uma história.

Aí que está o problema. A coletânea de frases dos personagens era bastante limitada e a implementação da animação de movimento era bem estranha — os personagens andavam indefinidamente, e você arrastava os bonequinhos pras áreas necessárias no frame pra simular o caminhar deles. Acontece que a proporção do movimento nunca condizia com a animação das pernas, e pra piorar as frases frequentemente não tinham muito a ver com a ação na tela.

O resultado é que quase todo vídeo feito com o Simpsons Cartoon Studio parecia ter sido escrito por alguém em estado de completa demência.

http://www.youtube.com/watch?v=U08P2Cuc9kU&feature=related
(Vídeo no YouTube)

Mas era bacana, vai!

De quais jogos dos Simpsons você se lembra?

Relacionados

Relacionados