Meio Bit » Demais assuntos » Google inicia projeto anti-troll com medida não lá muito eficaz

Google inicia projeto anti-troll com medida não lá muito eficaz

8 anos atrás

googlematatrollohyeah

Conforme meio que previmos neste post aqui, o Google está apertando o cerco contra aquele balaio de celenterados que são os comentaristas do YouTube. É uma luta inglória, pois não só precisam lidar com os trolls que despejam veneno e rancor, como precisam educar, coibir ou varrer para debaixo do tapete os adolescentes retardados que classificam 50% de todos os vídeos como FAKE e os outros 50% como “FAKE AND GHEY”.

Fora esses foras-da-lei, ainda há o problema da estupidez galopante dos comentários. É frustrante ver vídeos legais, edificantes (no bom sentido), inteligentes sendo massacrados por gente que muito provavelmente não consegue limpar a bunda sem uma lista com instruções passo-a-passo.

Para tentar, tentar reduzir a incidência de gente que não serve nem pra se fazer morcilha, pois morcilha de gente não presta, o Google está sugerindo, quase coagindo os usuários do YouTube a mudarem sua forma de identificação nos vídeos e comentários, usando o nome real, ao invés de um username qualquer.

Em teoria faz sentido, mas na prática não existe nenhuma comprovação de que a identidade da conta do Google+ é real. Ao invés de POTATO_IN_MY_ANUS ou LADIESMAN217, o troll criará um perfil com nome “real”, mas tão anônimo quanto antes.

Não sei qual a solução, não sei sequer se há uma solução, muitos podem dizer que sequer há um problema, e que comentaristas com QI abaixo da temperatura ambiente são um fato da vida.

Só sei que exigir nomes reais quando não é possível autenticar esses nomes não ajuda muito.

Fonte: 925g

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários