Meio Bit » Fotografia » Tipo um Photoshop da Playboy, mas pra vídeo, sem mexer no umbigo

Tipo um Photoshop da Playboy, mas pra vídeo, sem mexer no umbigo

8 anos atrás

O vídeo acima é estentacular espetacular (sorry, a firma é japonesa). É demonstração de uma tecnologia criada pela Foton, um estúdio de produção de imagens especializado em soluções de tecnologia. Funcionando como plugins para programas como Autodesk Flame, Nuke e outras aplicações sinistras de produção de vídeo, o software dos japas automatiza algo que dá muito, muito trabalho: Retoque digital.

Quem viu o 3o filme dos X-Men lembra de Patrick Stewart e Gandalf aparecendo bem mais jovens. Custou uma fortuna e levou anos, felizmente a Fox tinha ambos, mas não era algo que pudesse ser feito no dia-a-dia.

Agora estamos chegando lá. No vídeo acima a modelo é retocada, corrigindo-se pequenas imperfeições, gerando um resultado final muito, muito sutil, mas que influi na percepção do espectador. O impressionante é que isso é feito em vídeos com qualidade 4K, e não é frame a frame.

A Foton se gaba de só ter gastado 3 ou 4 dias produzindo o vídeo acima. Imagine o quanto levaria pelo método tradicional.

Essa tecnologia vai cair como um presente divino para o pessoal da produção de dramaturgia televisiva. Conversando com um produtor da Band durante a Autodesk University (mais sobre isso ainda hoje) ele me confirmou o que muita gente fala: HD é cruel, HD não perdoa.

Se uma atriz puder continuar impossivelmente bonita numa tela FullHD, sem precisar ser plastificada ou carregarem no soft focus, essa tecnologia valerá cada centavo.

Fonte: PP, via tuinto da Tia Cora

relacionados


Comentários