Meio Bit » Demais assuntos » Cientistas desocupados tentarão provar que não vivemos na Matrix

Cientistas desocupados tentarão provar que não vivemos na Matrix

9 anos atrás

benzadeus

Existe uma corrente de maconheiros filosófica que acredita que nós não existimos. Vai mais além de auto-ateísmo. O conceito é que nós somos apenas uma simulação, rodando nos computadores de alguma espécie avançada.

Um dos principais argumentos é o princípio antrópico forte, que diz que o Universo é estranhamente adequado ao surgimento de inteligência. Talvez por não estar sob influência de substâncias estupefaciantes, eu não consiga acompanhar essa lógica, afinal aonde mais a vida surgiria se não em um Universo propício á ela?

Em teoria seria impossível dizer se estamos dentro de uma simulação, exceto pelos dejavus envolvendo gatos pretos, mas um grupo de pesquisadores estudou a questão e achou uma resposta:

Mesmo nossas melhores simulações apresentam limites de granularidade. Crisys provavelmente simula até os átomos das folhas das árvores do outro lado da montanha do cenário, mas se examinarmos esses átomos, eles não estarão simulados ao nível dos Quarks, a menos que você tenha a GeForce MAIS recente.

A idéia dos caras é examinar fenômenos físicos minúsculos, em escala quântica, e determinar se eles apresentam características de fenômenos reais ou se mostram “trapaças” de programadores, atalhos e marmotagens, como jogos que usam texturas ao invés de mapear objetos em 3D.

hippie8

Matematicamente um computador não pode simular um Universo inteiro, ou teria que simular a si mesmo, então teoricamente nossos Mestres Alienígenas estariam fora do nosso Universo, e não teríamos como entrar em contato com eles, mas podemos achar pistas da simulação.

O método proposto é… interessante. Vão criar uma simulação quadridimensional em supercomputadores onde criarão modelos de matrizes cromodinâmicas quãnticas, observando as interações de Força Nuclear Forte (uma das quatro forças fundamentais do Universo). Compararão então os resultados com os observados no “mundo real”. Aqui está o paper dos viajandões.

O que pode resultar disso:

  • muitas pizzas e doritos consumidos, vizinhos ligando pra polícia reclamando do futum
  • a descoberta de que realmente vivemos em uma simulação, nada mais importa, tá liberado o bundalelê
  • a descoberta de que realmente vivemos em uma simulação, a vida de ninguém foi afetada, hoje tem jogo do Timão.
  • “Bosta, descobriram de novo que é uma simulação. Comenta a linha earth.create(´cannabis´), roda bigbang.exe e vamos tentar de novo”

relacionados


Comentários