Meio Bit » Demais assuntos » John Sculley, o homem que demitiu Steve Jobs diz que Apple deve fazer um pobrefone

John Sculley, o homem que demitiu Steve Jobs diz que Apple deve fazer um pobrefone

7 anos e meio atrás

Mesmo entidades divinas imortais e reencarnadas como guerreiros-filósofos celestiais como Steve Jobs cometem erros, e o maior dele foi contratar John Sculley, então CEO da Pepsi para capitanear a Apple.

Sem nunca ter entendido a filosofia da empresa, Sculley deu golpe em cima de golpe até conseguir demitir Steve Jobs, coisa que só agora, que Jobs está morto reencarnado ele nega. Durante seu reinado a empresa cresceu, teve bastante lucro mas perdeu toda a alma pirata contestadora, se tornou quase uma IBM.

Com a volta de Jobs todos perceberam que é preferível tomar esporro mas deixar uma marca no Universo, a ter um empreguinho quieto, tranquilo e irrelevante.

Sculley foi para outras paragens, mas nunca esqueceu a Apple, ainda mais vendo Jobs ser idolatrado como ele nunca foi.

Agora resolveu dar pitaco, comentando boatos dizendo que a Apple deve sim produzir iPones mais baratos, pois há empresas vendendo smartphones por US$100,00. Sculley quer que a Apple produza aparelhos baratos, low-end, pois a Samsung é forte vendendo aparelhos de baixo custo para mercados emergentes e a Apple deveria imitar.

Imagino Sculley na direção da Maserati, dizendo que devem produzir versões populares pois a Tata Motors vende muitos carros baratos.

Vejam bem, o problema não é elitismo, o iPhone não é exclusivo, já foram vendidos mais de 250 milhões deles. Só que nunca foram vendidos comprometendo a qualidade do produto. POR DESIGN nenhum iPhone é vagabundo.

Sculley mostra conhecer tão pouco o modelo de negócios da Apple que não entende que a questão toda é irrelevante. Já existe um iPhone popular.

iphonepopular

Na Apple Store um iPhone 4S, com fidelização, sai a US$99,00. Nas mesmas condições um iPhone 4 sai por ZERO DÓLARES. Não dá pra ser mais barato que isso. Não tem $99? Eles fazem em 6 vezes sem juros pra você.

“Ah, mas tem fidelização”. Sim, só que a concorrência também vende fidelizada. Não é caridade. Iphone só é artigo de luxo em mercados aberrantes como o nosso, e não vai deixar de ser. Aqui até Windows Phone é caro. Errados somos nós que ainda compramos 3GS, e caro.

Sculley quer que a Apple comprometa a qualidade de seu produto, criando um iPhone Popular, quando ela já está dando o aparelho, sem precisar abrir mão de parte do que faz o iPhone um sucesso.

Sinceramente ele deveria voltar a vender água açucarada.

Fonte: BGR

relacionados


Comentários