Meio Bit » Indústria » Readyboost funciona mesmo?

Readyboost funciona mesmo?

14 anos atrás

O Windows Vista tem uma funcionalidade que parece genial: aumentar a "performance" do sistema, sem acrescentar memória RAM. A idéia é adicionar um "pendrive" ou cartão SD e utilizá-lo como "cache". O nome é Readyboost.

Faz sentido já que o arquivo de troca, no HD, é limitado pela velocidade deste... o que se torna crônico em laptops com discos de 4200 rpm, por exemplo e piora consideravelmente para arquivos mínusculos, fora de sequência.

O primeiro problema é que o pessoal confunde essa funcionalidade com "acréscimo de RAM". Colocar um pendrive de 1GB não vai fazer seu sistema ter mais 1GB de memória disponível. O que o Vista faz é utilizar essa memória "extra" para guardar arquivos pequenos na cache. Grandes arquivos sequenciais são mais rapidamente acessados do HD e o Readyboost não toca neles.

Outra confusão comum: o limite é de 4GB, já que o sistema de arquivos utilizado nos cartões é FAT32. De nada adiantam os novos pendrives de 32GB...

Para finalizar, a pergunta de um milhão de dólares: funciona? Bem, a Microsoft recomenda uma relação de 1:1, ou seja: para cada MB de RAM, você precisa de um MB no pendrive. Infelizmente, como não tenho um pendrive de 2GB, tive que testar com 512MB e, neste caso, não houve nenhuma diferença. Aliás, o sistema me pareceu ligeiramente mais lento, mas nada que pudesse ser mensurável.

Se você pretende ativar essa funcionalidade do seu Vista, dê uma lida antes na FAQ.

relacionados


Comentários