Meio Bit » Indústria » O sonho de qualquer motociclista: Um capacete com tecnologia do Google Glass

O sonho de qualquer motociclista: Um capacete com tecnologia do Google Glass

Capacete de alta tecnologia leva informações de trânsito e rotas para a viseira, como em caças de combate e Google Glass.

8 anos atrás

reality-motorcycle-helmet
Se você já fez uma viagem de moto, sabe que um sistema de GPS preso ao guidão pode ser perigoso por distrair sua atenção da estrada. E parar com o intuito de checar a rota é um incômodo quando não se trata de algo programado. Como no filme Tron, ou na armadura do Homem de Ferro, seria legal poder pilotar uma moto vestindo um capacete de alta tecnologia, com sistema de navegação no visor e controle de voz.

Pois é exatamente isso que a britânica LiveMap está tentando fazer. Trata-se de um projeto que busca financiamento para produzir em larga escala um capacete com sistema de navegação e realidade aumentada. Algo como o Google Glass, mas sem acesso a páginas da web, vídeos, nem jogos do Facebook. Aliás, isso só torna o equipamento ainda mais interessante, alguns navegadores deveriam vir com essa função.

A empresa listou a ideia no site de financiamento coletivo Indiegogo e espera arrecadar US$ 150 mil, sem contar o apoio financeiro que está vindo do Departamento de Ciências de Moscou e de várias outras organizações Russas.

O produto final será bem semelhante aos capacetes utilizados pelos pilotos de aeronaves como os caças de combate F-35, e o protótipo deve projetar uma imagem translúcida e colorida na viseira, de forma a não obstruir a visão convencional do usuário.

Sobre as características técnicas: São vários os tamanhos do capacete, que terá um sistema operacional baseado no Android, mas com uma interface minimalista criada pela própria empresa. Quanto ao hardware, ele conta com fones de ouvido, microfone para comandos de voz, bússola, acelerômetros que acompanham os movimentos da cabeça e duas baterias de 3.000 miliampere-hora. Dá pra fazer viagens longas numa boa.

CapaceteHighTech

Outro recurso bacana é que se o motociclista (ou motoqueiro) estiver em apuros, ele pode acionar o comando "HELP", que aciona automaticamente as autoridades locais. No caso de motoboys, as autoridades locais são substituídas por outros motoqueiros que caem das árvores, saem dos bueiros e são summonados instantaneamente (entenda aqui a minha admiração pela união da classe, que rala diariamente em um trânsito estressante).

A previsão de chegada aos consumidores é em agosto de 2014, com preços estimados entre US$ 1.500 e US$ 2.000.

Veja abaixo o video promocional:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=wCfjX-KEWmA]

Fonte: Digital Trends.

relacionados


Comentários