Meio Bit » Ciência » Telescópio de Galileu revolucionou o campo da óptica mais do que se imaginava

Telescópio de Galileu revolucionou o campo da óptica mais do que se imaginava

Estudo publicado dá dicas de que conhecimento de Galileu no campo da óptica era muito mais extenso do que se pensava

8 anos atrás

galileo-galileo-galileo-galileo-galileo-figaro

Galileu Galilei é muito provavelmente o pai da ciência moderna e do método científico. Físico, filósofo, matemático e astrônomo, Galileu revolucionou o mundo com suas pesquisas e descobertas, como os satélites naturais de Júpiter, seus estudos sobre a gravidade e muito mais.

Ele não inventou o telescópio, mas o aperfeiçoou, o transformando de instrumento usado em guerras como ferramenta de observação do espaço. Mas para atingir o resultado que ele conseguiu, foi preciso praticamente refazer o instrumento, conforme dois cientistas revelam agora.

Yaakov Zik e Giora Hon, pesquisadores da Universidade de Haifa, Israel refutaram a ideia comum que Galileu teria extrapolado a ideia das lentes dos óculos para incrementar seu telescópio. Na verdade, as alterações realizadas por ele foram tão significativas como um todo, que só seriam possíveis com um conhecimento profundo no campo da óptica que muito provavelmente não possuía paralelo na Europa (no Oriente Médio é mais provável, os pesquisadores de lá eram incríveis).

Para se ter uma ideia, entre 1609 e 1610 Galileu aumentou a ampliação do seu telescópio em um grau de 21, além de introduzir o controle da abertura da lente, o que reduzia a pocentagem de aberrações óticas.

Mas não para por aí. Quando Galileu publicou um artigo em 1610 chamado Siderus Nuncius, explicando a importância de um bom telescópio e como a performance ótica poderia ser calibrada. Isso denota seu conhecimento do controle das lentes, já que ele também tinha como ajustar o grau do telescópio, e até mesmo era capaz de calcular o campo aparente de visão e podia medir distâncias angulares entre corpos celestes.

Apesar de Zik e Hon acreditarem que Galileu tivesse um conhecimento sobre ótica muito mais extenso do que as dicas que ficaram, não é possível ter certeza de o quanto ele sabia, já que nunca publicou seus estudos nessa área. Entretanto é fato que ele foi mais um dos que estavam bem a frente de seu tempo e foram capazes de desenvolver técnicas revolucionárias com a simples experimentação e adaptação do que já havia disponível.

Ah, o estudo? Ele foi publicado na Cornell University Library e pode ser baixado aqui.

Fonte: MIT Tech Review.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários