Meio Bit » Hardware » Coreia do Sul testa ônibus elétricos carregados via indução

Coreia do Sul testa ônibus elétricos carregados via indução

Ônibus elétricos carregados via indução entram em fase de testes em cidade sul-coreana

7 anos atrás

olev-electric-bus

Hoje em dia carregamento wireless não é mais um experimento como uma realidade comum para donos de smartphones, mas tem algumas pessoas que gostam de forçar um pouquinho as escalas. Assim como uma equipe de pesquisadores da Universidade de Utah, os sul-coreanos desenvolveram ônibus elétricos que são carregados via indução eletromagnética, mas enquanto os americanos ainda estão na fase de testes, o coreanos já tem alguns modelos circulando de fato, assim como alguns ônibus na Alemanha. Em Torino, na Itália o sistema é usado há um bom tempo, desde 2003.

O Korea Advanced Institute of Science and Technology (encurtando, KAIST) desenvolveu o sistema que já é usado em campi de universidades e no estacionamento de um parque local, mas agora o OLEV (sigla para OnLine Eletric Vehicle) instalou os cabos subterrâneos e as placas de indução num trecho de 24 km na cidade de Gumi. O processo é o já esperado: ao estacionar próximo a uma das placas, o circuito instalado no ônibus começa a carga, que mesmo com uma margem de erro de 17 centímetro, a carga se mantém em 100 kW, com uma eficiência de 85%.

Considerando que linhas de ônibus possuem rotas muito bem determinadas, é possível definir com precisão os locais mais adequados para instalar as placas e calcular quanta energia o veículo consome, o que se reflete em baterias bem menores do que as instaladas em ônibus elétricos tradicionais, chegando a ter 1/3 do tamanho de uma convencional.

No momento apenas dois ônibus circulam em Gumi, mas caso os OLEVs se saiam bem nos testes, a KAIST espera aumentar esse número para dez até 2015. Mesmo considerando que um sistema de indução casa perfeitamente com linhas de ônibus, tenho cá minhas dúvidas se esse sistema funcionaria direitinho no Brasil.

Fonte: Wired.

relacionados


Comentários