Meio Bit » Fotografia » Guitar Link UCG-102: Guitar goes USB

Guitar Link UCG-102: Guitar goes USB

13 anos e meio atrás

Se a placa de som morreu eu não sei, mas de uma coisa eu tenho certeza: apesar de as placas de som on-board terem evoluído bastante em relação às off-board nos últimos anos, elas ainda são terríveis quando o quesito é gravação de som. É um chiado no fundo, um zumbido aqui, um estalo lá, e o timbre do áudio gravado nunca fica igual ao que sai do amplificador.

A maior parte desses ruídos são causados por interferências vindas de outros componentes do computador. Processador, placa-mãe, CRT e fonte de alimentação causam muita interferência, e isso é fácil de perceber: basta apontar os captadores da guitarra para qualquer um deles... imagina todos eles juntos então! Se a placa de som ficasse do lado de fora do gabinete já melhoraria bastante a qualidade das gravações.

O Guitar Link UCG-102 é um produto perfeito para quem não quer arcar com os custos de comprar uma placa de som de nível profissional, mas preza pela qualidade em suas gravações. A simplicidade dele é aparente, é Plug&Play, ou melhor, é Plug&Rock!

Sua ligação com o computador é feita através de um cabo USB (2.0) e a alimentação é fornecida pela própria interface, dispensando o uso de um adaptador externo. A qualidade máxima do equipamento é de 16 bits® e 48KHz de taxa de amostragem, uma qualidade razoável se você considerar que em um CD a taxa de amostragem é de 44,1KHz. Seu projeto e os seus drivers ASIO são otimizados para obter uma baixa latência. Possui uma chave para mudar a impedância de entrada, um LED que avisa quando há necessidade de mudar a posição da chave, uma entrada P10 para guitarra, uma saída P10 para fones e um controle de volume de saída.

Graças aos três programas inclusos no pacote (Guitar Combo, Kristal e Audacity) é possível utilizar o aparelho de várias formas. Você pode ligar a guitarra no amplificador e ligar o Guitar Link na saída de linha do amplificador para gravar usando o DAW (Digital Audio Workstation) Kristal, que é capaz de mixar até 16 faixas. Quanto ao Audacity, acho que ele dispensa apresentações. 😉

Também é possível usar o computador como se fosse o amplificador, ligando o instrumento diretamente ao Guitar Link e usando o programa Guitar Combo. No CD estão inclusas três versões trial desse programa, que nada mais é do que uma versão enxuta do já consagrado Guitar Rig. Cada uma delas simula um conjunto de caixas acústicas, efeitos e amplificador (combo) e o usuário tem 30 dias para escolher qual das três versões prefere e registrá-la sem custos adicionais.

A Behringer é uma marca alemã bastante conhecida entre os músicos no Brasil, tanto pelas suas criações quanto pelos seus clones: ela possui uma linha enorme de pedais compactos que são baseados em pedais famosos e vendidos a um preço bem mais em conta, porém mantendo a qualidade, além de excelentes criações como o X V-Amp e o Guitar Link. O Guitar Link UCG-102 é compatível com MacOS X e Windows (o Kristal só funciona em Windows). Preço? R$156,99 no Mercado Livre.

Fonte: Behringer. Conheci o produto depois de uma dica do usuário CapBlah.

relacionados


Comentários