Meio Bit » Fotografia » Nine Inch Nails libera disco via Bit Torrent, mas nem tudo são flores

Nine Inch Nails libera disco via Bit Torrent, mas nem tudo são flores

13 anos e meio atrás

O Nine Inch Nails fez uma coisa muito legal, estão vendendo seu novo álbum, Ghosts I-IV, com 36 músicas, um encarte em PDF com 40 páginas, um monte de extras como desktops e avatares, por míseros US$5,00. Tudo em MP3 (perdeu, Stallman) de alta qualidade, 320Kbps.

O CD duplo, se você quiser, custa US$10,00, e há versões até uma ultra-deluxe limited edition package, com 2 livros encapados em tecido, 2 CDs de áudio, 1 DVD de dados com as trilhas separadas em .wav não compactado, ideal para remixes, 1 disco Blu-Ray com as gravações em estéreo/alta resolução, slideshow exclusivo, bla bla bla. Você também recebe o link para baixar as trilhas em FLAC ou Apple Lossless. (de novo, nada de Ogg)

Todo o material está licenciado via Creative Commons Attribution Non-Commercial Share Alike license, o que quer dizer que não sendo para ganhar dinheiro você pode fazer o que quiser com a música dos caras.

Mais ainda, eles disponibilizaram as nove primeiras músicas do disco no Bit Torrent, di grátis, na faixa. Mais mais ainda: Todos os arquivos são livres de DRM. pedir o pacote gratuito é tão simples quando selecioná-lo nesta página e preencher um formulário.

Agora a parte ruim. Eles estão experimentando. Para desespero das gravadoras estão experimentando com um novo modelo de negócios, baseado em honra, seguindo o discurso que todo piratinha fuleiro gosta de fazer: "se fosse barato e sem DRM a gente comprava". O problema é que piratinhas fuleiros ficam só no discurso, e nunca pagarão por algo que podem ter de graça. Mesmo sabendo (se é que sabem) que agindo assim estão matando a galinha dos ovos de ouro, e tornando mais difícil que outras bandas sigam o mesmo exemplo.

Visitando o Mininova, popular site de torrents, uma pesquisa pelo álbum traz um resultado decepcionante:

 
Em destaque, o álbum legítimo, disponibilizado gratuitamente, com as nove canções. Há 43 pessoas compartilhando e 9 baixando. Já a versão pirata, com as 36 músicas, que custa míseros CINCO DÓLARES está sendo pirateada por 5636 pessoas. São US$28.180 a MENOS para a banda, e pode não parecer muito mas já cobriria tranquilamente os custos de hospedagem e transmissão de dados.

Coloque-se no lugar dos sujeitos: Você faz TUDO que o público pede, joga limpo, bota preços realistas, dá um monte de coisas de graça, se livra de DRM e vê que de 5688 pessoas que dizem gostar de sua música, somente 52 estão dispostas a gastar US$5 para recompensar seu trabalho.

Quanto a vocês eu não sei, mas acho esses números broxantes.

Fonte: Cybernet News

relacionados


Comentários