Meio Bit » Mobile » O vídeo FALSO dos celulares estourando milho de pipoca

O vídeo FALSO dos celulares estourando milho de pipoca

13 anos atrás

A Tecnofobia faz maravilhas, os fóruns estão pipocando (desculpem) com esse vídeo, muito bem-feito, que mostra um grupo de japoneses (quem mais?) colocando 4 telefones em volta de alguns grãos de milho e estourando-os quase imediatamente.



Vejamos: Um microondas normal tem potência na casa de 700 Watts. Levam quase um minuto até as pipocas começarem a estourar, é o tempo para aquecer as moléculas de água dentro do milho.

Uma ANTENA de celular de segunda geração transmite com uma potência entre 20 e 100W. Uma antena 3G? 3 Watts.

A média de potência de um celular GSM transmitindo em 900Mhz é de 0.25 W, 1800Mhz, 0.125 W.

Para piorar, fornos de microondas trabalham em 2450 MHz, a frequência mais eficiente para excitar as moléculas de água. Fora disso você precisa de mais energia para o mesmo resultado.

Simplesmente NÃO HÁ ENERGIA para estourar um milho de pipoca tão rápido.

Se um celular gerasse 30 vezes mais energia que um forno de microondas por algumas horas (a média de autonomia em conversação) com certeza meu iPod não duraria só 4h tocando filmes, e meu notebook funcionaria por décadas com uma bateria dessas.

Esse vídeo é parte de uma campanha de marketing viral para alguma coisa. Há vários vídeos no YouTube, todos adicionados na última semana, com basicamente a mesma cena, feita com vários grupos diferentes de pessoas. A movimentação é a mesma, o timing é o mesmo, até as reações são as mesmas. Algo cheira mal, e não é a pipoca que fiz para verificar o tempo de preparação da mesma.

relacionados


Comentários