Meio Bit » Games » 5 motivos para NÃO comprar um Wii

5 motivos para NÃO comprar um Wii

14 anos atrás

Antes de mais nada, deixe-me dizer: para quem não sabe, EU tenho um Wii. Isso posto, vamos ao motivo do artigo: estou um tanto quanto arrependido e sentindo que fui precipitado em comprar o console da Nintendo. Nada contra o mesmo, estou certo de que ele é ótimo para o que se propõe - diversão a valer para toda a família. E ponto. Até o momento foi muito pouco além disso, nada que a meu ver tenha valido tanto assim o investimento. "Nossa Marc, quanto rancor nesse coraçãozinho". Não, não é rancor, é pura constatação - não sou um jogador tão família/casual/whatever quanto pensei, e o motivo de escrever essas linhas é apenas deixar um aviso aos que estão pensando em comprar o console. Estejam certos do tipo de jogadores que vocês são, e saibam bem o que estão adquirindo, porque depois o arrependimento pode incomodar.

Motivo 1: você vai à um churrasco na casa dos tios no fim-de-semana, e sabe que vai ter que encarar novamente aquela chatíssima sessão de karaokê. Nesse caso o Wii seria uma opção bem mais divertida (não se esqueça das dicas do Romulo). Reúna a família, coloque Wii Sports pra rodar, mostre como se joga tênis com o Wiimote, e garanto que em poucos minutos mesmo aquela tia mais xarope vai querer bancar o Guga em Roland Garros. Se por outro lado você é do tipo mais individualista, ou no máximo curte um beat'em up em dupla, e gosta de se concentrar na história e jogabilidade, pense duas vezes antes de se deixar fisgar pelo slogan diversão pra família.

Motivo 2: salvo exceções, o Wii deixa sim a desejar em matéria de gráficos e capacidade de processamento, ao menos para ser considerado nextgen nesse quesito. Não quero entrar em aspectos técnicos aqui, mas grosso modo, pelo que eu pude perceber depois de jogar vários títulos, eu o equiparo ao Xbox ou PS2, que eu também possuo. E olhe lá. Por exemplo, estou jogando atualmente Shadow of the Colossus e Final Fantasy X, ambos do PS2, simplesmente soberbos. No Xbox Jade Empire e Fable são grandes exemplos de obras de arte em forma de game. Já do lado do Wii, poucos são os jogos que se mostram visualmente tão bonitos. Como disse, exceções existem: Resident Evil: The Umbrella Chronicles e Zelda: Twilight Princess estão aí pra mostrar isso. Claro que com o tempo esse quadro vai pode mudar, pois o lançamento do Wii se deu há pouco mais de 1 ano. Mas nada de Bioshock e Mass Effect, esteja avisado. Se você dá muito valor ao aspecto visual, imagine que o Wii é, resumidamente, um GameCube com um controle exótico. Simples assim.

Motivo 3: sim, o Wiimote é uma grande sacada, é diferente, ajuda a se sentir ainda mais in-game, produz cirurgiões melhores, coisa e tal. Mas enjoa. Chega uma hora que deixa de ser novidade, e por si só não consegue manter o nível de interesse no jogo, ao menos não o meu. Tente jogar Boogie por mais de 20 minutos e você vai entender o que quero dizer. Felizmente existem jogos que conseguem aproveitar bem o potencial do controle, como Resident Evil 4 e Call of Duty 3. Na verdade, depois do Wiimote, não me vejo jogando shooters com joypads convencionais. Mas para outros estilos penso que ele não faz tanta diferença assim - em alguns casos até dificulta, como em Mortal Kombat: Armageddon, estilo que, em minha humilde opinião, nasceu pra ser jogado com controles de arcade, ou no máximo direcionais analógicos. Somente como comparação: você pagará cerca de R$400,00 por uma dupla Nunchuk+Remote, ao passo que pagaria pouco mais de R$200,00 pelo controle wireless de Xbox360. Resumindo: às vezes o hype sai bem caro.

Motivo 4: sou de uma geração que jogava Super Mario e Adventure Island, então não me incomodo (muito) com bonequinhos coloridos e seus olhinhos chorosos. Mas se você gosta de games mais sérios, o Wii até o momento não é uma praia muito boa. Aliás, se você for esse tipo de jogador eu gostaria muito de ver a sua cara jogando Elebits. Quer dizer, você até encontra Manhunt 2 (embora um pouco da violência seja tesourada, como já disse em outro post) e similiares, mas a maioria dos jogos até o momento é mesmo voltada pra criançada. Agradeço todos os dias à grande mãe Nintendo pela ótima idéia de incluir o Snake em Super Smash Bros. Brawl.

Motivo 5: o dono de um Nintendo Wii tem de ser, antes de tudo, uma criatura paciente. O citado Super Smash Bros. Brawl já foi adiado algumas vezes. A própria Firaxis, produtora de Civilization Revolution, parou indefinidamente o desenvolvimento da versão para Wii, embora a mesma esteja confirmada para Xbox360, PS3 e até Nintendo DS. Dê uma olhada na gamelist do Wii confirmada para o primeiro semestre desse ano para ter certeza de que a quantidade de jogos supre suas necessidades, e torça para que não rolem surpresas desagradáveis.

É isso. Embora muito do que eu disse aqui talvez contradiga coisas que eu tenha escrito em outros posts, não passam de, como eu disse, constatações. Fiquei muito tempo jogando apenas MMORPGs no meu PC, e agora que os deixei de lado para retomar o hábito de jogar apenas videogame vejo que meus gostos não mudaram muito. Sou hardcore até a medula, e penso que talvez o Wii não se adeque tanto ao tipo de jogador que sou. Espero sinceramente que daqui a alguns meses eu morda a língua e reveja minha opinião, mas até o presente estou com opções mais baratas e divertidas.

relacionados


Comentários