Meio Bit » Games » Relembrando: Desert Strike

Relembrando: Desert Strike

13 anos atrás

O ano era 1991. O mundo assistia atônito a primeira guerra transmitida quase que em tempo real através da televisão e a EA tratou de enxergar na Guerra do Golfo uma boa forma de ganhar dinheiro. Nascia ali uma das melhores franquias dos 16-bits e os jogadores não sabiam o quanto seria divertido pilotar um helicóptero Apache carregado até os dentes.

dori_ds_12.08

Como dito no início do texto, em Desert Strike nós éramos enviados ao Oriente Médio onde pilotávamos um poderoso helicóptero. A visão do jogo era no estilo isométrico, algo relativamente comum nos jogos da época. O game não possuía fases e devíamos cumprir as missões na ordem que quiséssemos e havia apenas um mapa bastante amplo.

Algo que chamava muito a atenção na jogabilidade é que o seu combustível era limitado, portanto tínhamos que ficar de olho no marcado para que o helicóptero não caísse. Também cabia ao jogador recolher armas e “sangue” que estavam espalhados pelo deserto e economizar os recursos era de vital importância.

As missões do game eram variadas, indo desde a destruição de aeroportos e postos de comando até o resgate de reféns e soldados. Nosso helicóptero contava com uma limitação no número de resgatados, portanto era comum ter que voltar para a base a fim de deixá-los em segurança.

Depois de conquistar muitos apreciadores, o jogo acabou ganhando algumas seqüências, sendo elas:

- Jungle Strike | Mega Drive, Amiga, SNES, DOS, Game Gear e Game Boy
- Urban Strike | Mega Drive, SNES, Game Gear e Game Boy
- Soviet Strike | Sega Saturn e PlayStation
- Nuclear Strike | PlayStation, PCs e Nintendo 64

Com as novas versões vieram modificações na jogabilidade, como adição de outros veículos como motos, aviões a até fases a pé. Um detalhe curioso é que no último jogo lançado havia um trailer daquele que seria o próximo jogo da série, o Future Strike, porém, este jogo nunca chegou a ver a luz do dia. Um spinoof chamado Future Cop: LAPD foi lançado, mas infelizmente não tinha a mesma qualidade dos demais.

Desert Strike fez um enorme sucesso, principalmente entre os donos de um Mega Drive, um Super Nintendo ou um Amiga e além da já citada jogabilidade extremamente viciante, contava com bons efeitos sonoros, gráficos acima da média e provavelmente ainda povoa a memória daqueles que apreciaram o game.

Posso estar enganado, mas acredito que muitas pessoas além de mim comprariam uma coletânea com toda a série Strike caso ela fosse lançada.

relacionados


Comentários