Meio Bit » Games » Games para PC » XCOM: Enemy Within é “grande demais” para ser apenas um DLC nos consoles

XCOM: Enemy Within é “grande demais” para ser apenas um DLC nos consoles

Expansão XCOM: Enemy Within nos consoles? Só via stand alone: segundo a Firaxis, atualização é muito grande para ser aplicada no game original.

7 anos atrás

XCOM: Enemy Within

Duas semanas atrás 2K e Firaxis anunciaram XCOM: Enemy Within, um pacote de expansão que adicionará mais de 80 novos cenários, habilidades, inimigos, recursos e etc ao jogo original, e foi anunciado que o game viriam em dois formatos: uma atualização e uma versão stand-alone chamada Commander Edition, que custará US$ 29,99 para PC e Mac e US$ 39,99 para consoles. Até aí só alegria, quem tem o jogo em qualquer plataforma só precisa atualizar, certo?

Errado. A expansão só estará disponível para PC e Mac. Donos de PS3 e Xbox 360 serão obrigados a adquirir o pacote completo contendo o jogo original XCOM: Enemy Unknown, a atualização e os add-ons Slingshot e Elite Soldier. A desculpa é que a atualização é “grande demais” para os consoles.

Durante a PAX Prime o produtor senior da Firaxis Garth DeAngelis disse que o patch de atualização é um arquivo que uma versão de PC pode administrar, mas é extremamente grande para os consoles. Segundo ele:

"Se quiséssemos entregar o mesmo conteúdo para os donos de consoles, teríamos que fazê-lo através de um stand-alone. Não podemos simplesmente atualizá-lo (o jogo original)."

Meus dois centavos nessa história: DeAngelis não considera que os donos de PCs e Macs também terão que baixar o pacote pela internet. A única questão crítica é a qualidade da conexão, o hardware de ambos consoles tira arquivos grandes de letra. Dizer que o jogo não pode ser patcheado via internet é outra conversa mole, vide as atualizações que saem para games AAA todo o tempo, algumas são bem pesadas. Isso me cheira a preguiça misturada com ganância.

É uma pena, mas quem joga XCOM: Enemy Unknown nos consoles será infelizmente obrigado a comprar o jogo DE NOVO se quiser curtir as novidades. Valeu mesmo.

Fonte: Polygon.

relacionados


Comentários