Meio Bit » Segurança » Linus Torvalds foi ou não sondado pelo governo dos EUA para colocar uma backdoor no Linux? (Spoiler: não)

Linus Torvalds foi ou não sondado pelo governo dos EUA para colocar uma backdoor no Linux? (Spoiler: não)

Após fazer uma brincadeira sobre a existência ou não de um backdoor no Linux, Linus Torvalds vem à público e diz que nunca foi procurado pelo governo para tal

7 anos atrás

linus-torvalds

Às vezes, fazer uma piada pode causar um mal-estar dos diabos, ou uma dor de cabeça de proporções épicas. Linus Torvalds aprendeu isso da pior maneira.

O caso aconteceu na conferência Linuxcon realizada em New Orleans ontem, durante a parte de Q&A. Torvalds foi questionado se o governo norte-americano se aproximou dele para que ele colocasse uma backdoor no Linux, depois de uma descoberta de que a NSA vem utilizando desse recurso em todos os programas da Microsoft desde 1999, dois anos antes do 11/9, que é a principal desculpa para todas as ações executadas pela agência.

Mesmo sabendo que corria o risco de ser mal interpretado, Linus resolveu fazer piada à lá Chaves: ele respondeu "não" enquanto balançava a cabeça afirmativamente (o trecho começa aos 24 minutos).

O ato causou uma explosõao d risadas no público, mas fora da conferência sua brincadeira não poderia dar em outra coisa: o assunto escalou rapidamente, Torvalds virou o assunto nas redes sociais e o Slashdot teve a audácia de estampar uma matéria dizendo que ele admitiu que foi procurado, mas teria negado a cooperar (o que por sí só seria dizer que o backdoor existe). Mas aí é a mídia fazendo seu trabalho, nada diferente podia se esperar.

Linus então se viu na ingrata posição em que ele próprio se meteu: tendo que vir à público explicar a piada.

"Cristo, aquilo foi obviamente uma piada, nenhuma agência governamental me pediu para colocar um backdoor no Linux. (...) Essa é a verdade. Eu preferiria morrer a isso."

Ainda que a galera que adora uma teoria da conspiração não acredite, é a palavra oficial dele consertando uma situação que ele poderia ter evitado. Todos que o conhecem sabem que fazer piadas é um costume normal dele, só que dessa vez o timing não foi lá muito bom.

Fonte: Mashable.

relacionados


Comentários