Meio Bit » Áudio e vídeo » Agora sim assinarei o “Netflix dos animês”: Crunchyroll traz One Piece, comemorando 1º ano no Brasil

Agora sim assinarei o “Netflix dos animês”: Crunchyroll traz One Piece, comemorando 1º ano no Brasil

Crunchyroll completa um ano no Brasil com 150 títulos disponíveis e traz um aguardado título ao catálogo de animês por streaming licenciado: One Piece, baseado no aclamado mangá de Eiichiro Oda e que no passado não muito distante foi bastante maltratado no continente americano.

7 anos atrás

Laguna_Crunchyroll2_02nov2012

Crunchyroll, o “Netflix dos animês”

Ano passado, uma grata surpresa para os fãs dos desenhos japoneses foi o Crunchyroll chegando ao Brasil: investindo apenas R$ 9,90 por mês, tínhamos à disposição naquela data 32 animês disponíveis em todo o catálogo via streaming oficial, sendo 18 de transmissão simultânea com o Japão e outros 14 no catálogo acessível aos clientes brasileiros.

Durante esse ano de funcionamento, o pessoal do Crunchyroll conseguiu aumentar de 18 para as atuais 32 as transmissões simultâneas licenciadas de animês para o Brasil, todos tendo legendas em português. Talvez alguns fãs mais chatos reclamem dessas legendas por conta da ausência de expressões japonesas que não eram traduzidas pelos fansubbers, já que estes são e adoram agradar aos otakus mais hardcore. Enfim, cada novo episódio é transmitido por streaming no PC, Android, iOS, PlayStation 3 e, recentemente, foram adicionados o XBox 360 e Windows Phone na lista de aparelhos com o app do Chunchyroll BR.

Hoje, dia 3 de novembro, chegou ao Crunchyroll Brasil o 33º animê transmitido simultaneamente do Japão: One Piece!

Laguna_OnePiece_Crunchyroll

Monkey D. Luffy agora está no Crunchyroll Brasil (Crédito: One Piece Official)

One Piece é um excelente animê baseado no mangá homônimo de Eiichiro Oda, este teve início lá em 1997 enquanto o desenho começou a ser exibido originalmente em 1999.

Tal animê aqui no continente americano foi bastante maltratado no começo deste século (2004 ~ 2007): a distribuidora 4Kids Entertainment, como o próprio nome já denuncia, tratou One Piece como um desenho norte-americano para crianças, cortando episódios a torto e direito, modificando o enredo na dublagem e alterando visualmente diversos detalhes considerados impróprios para os pequenos telespectadores. No Brasil, tal versão deturpada do animê chegou a ser exibida na Cartoon Network e no SBT, mas óbvio que não obteve sucesso nem com o público e nem com os anunciantes.

Em 2007, a licença americana de exibição do conteúdo audiovisual oficial relacionado a One Piece passou às mãos da Funimation Entertainment e, felizmente, ela resolveu ignorar o (péssimo) trabalho feito pela 4Kids. Com isso, a exibição de One Piece passou a ser mais dirigida aos adolescentes e fãs mais velhos do animê, que preferem conferir a busca pelo grande tesouro do pirata Gold Roger sem cortes e edições bizarras.

Cinco anos depois de ter a versão deturpada exibida no país, One Piece retorna ao Brasil do jeito que merece: no Crunchyroll hoje está sendo exibido o episódio 619 do longo animê de pirataria, só que de forma oficial e sem cortes. Hoje também tivemos a inclusão do animê Akagi, que passa a ser o 117º título completo no catálogo do Crunchyroll Brasil.

Some esses 117 títulos no catálogo mais os 33 que são transmitidos do Japão e temos uma oferta total de 150 títulos contra os 32 iniciais. O tio Laguna acha que esse número é o bastante para assinar o serviço que hoje custa menos de dez reais por mês, até porque em 2014 o Netflix provavelmente vai aumentar a mensalidade para R$ 99 mensais. Agradeça ao ANCINE e à Receita Federal.

E você, também vai conferir os animês do Crunchyroll?

Fonte: Portallos.

relacionados


Comentários