Meio Bit » Games » Os jogos mais importantes da 7ª geração

Os jogos mais importantes da 7ª geração

A sétima geração de consoles está chegando ao fim, mas muitos jogos se destacaram nela. Relembre alguns deles.

8 anos atrás

A geração que está acabando apresentou uma série de caraterísticas que ajudaram muito os consoles a se tornarem bastante populares, mas não há como negar, o que realmente nos fascina nesses aparelhos são os seus jogos e por isso resolvi relembrar alguns dos títulos que considero entre os mais importantes dos últimos anos.

Nesta lista tentei levar em consideração apenas a relevância de tais títulos para a indústria, ignorando aí o gosto pessoal e deixando de fora muitos jogos que me agradaram muito, mas que que talvez não tenham dado uma contribuição tão relevante para o futuro dos games.

Aproveito também para deixar claro que os escolhidos não foram dispostos em nenhuma ordem específica e me limitei a citar apenas jogos disponibilizados apenas após o lançamento do Xbox 360, ou seja, 2005.

Então vamos à lista e caso discorde de alguma citação ou ache que um determinado game deveria estar presente, peço que deixe seu comentário após o texto, ok?

- Wii Sports

Você pode reclamar o quanto quiser do penúltimo console da Nintendo, mas o fato é que ele foi a porta de entrada para milhares, provavelmente milhões de pessoas no mundo dos games e o jogo que mais contribuiu para isso foi o Wii Sports.

Sua simplicidade fez com que crianças e idosos passassem a gostar de jogos eletrônicos e fez com que as reuniões com amigos se tornassem muito mais divertidas, apesar da jogabilidade um tanto imprecisa e propositalmente simplificada.

- Left 4 Dead

Zumbis. Nenhum tema foi tão explorado nessa geração quanto os mortos que caminham por aí e na minha opinião não há nenhum jogo que o tenha explorado melhor do que o Left 4 Dead. O título da Valve é brilhante em tantos aspectos que é difícil enumerá-los.

Um enredo profundo contado através de objetos espalhados pelos cenários, aquela que provavelmente é a melhor experiência cooperativa que tivemos em muitos anos, permitindo aos jogadores contarem suas próprias histórias e uma das inteligências artificias mais inovadoras da indústria, fazendo com que cada partida seja bastante diferente da anterior.

Há de se reconhecer que o seu sucessor o superou tudo, mas por se tratar de melhorias e não inovações, o primeiro Left 4 Dead ainda pode ser considerado mais importante para a indústria.

left-4-dead

- Call of Duty 4: Modern Warfare

Os jogos de tiro em primeira pessoa sempre tiveram muitos admiradores, mas se hoje este é o gênero que provavelmente movimenta mais dinheiro na indústria, podemos dizer que o Modern Warfare foi o principal responsável por chegarmos a este ponto.

Com uma campanha principal sensacional, repleta de momentos memoráveis e uma abordagem que parecia nos colocar no meio de um ótimo filme de ação, o jogo praticamente sepultou os FPSs ambientados na Segunda Guerra Mundial e confirmou que títulos assim tinham espaço também nos consoles.

Além disso, o modo multiplayer com elementos de RPGs se tornou uma febre, sendo descaradamente copiado por outros games e fazendo com que muitas pessoas perdessem o interesse pelas campanhas single-player.

- Gears of War

A criação de Cliff Bleszinski foi um dos primeiros contatos que muitos jogadores tiveram com a geração que está acabando e para eles, estava ali a prova de que precisavam de um novo console.

O sucesso alcançado pelo jogo também fez com que a Epic Games licenciasse a Unreal Engine 3 para várias empresas, dando origem a um grande número de título visualmente parecidos com o Gears of War. Além disso, a mecânica de nos escondermos atrás de objetos foi amplamente copiada e o jogo ainda pode se orgulhar de ter sido o responsável pela Microsoft ter incluindo mais 256 MB de RAM no Xbox 360, ajudando assim a estender um pouco mais o seu ciclo de vida.

- Demon's Souls

Demon's Souls é aquele ótimo exemplo de que o boca-a-boca pode ser extremamente importante para o sucesso de um produto e depois de ser lançado sem nenhum alarde apenas na Ásia, logo o jogo conquistou muitos jogadores no ocidente, fazendo com que a Atlus enxergasse ali um ótimo negócio.

Porém, o que realmente merece elogios na criação da From Software é o desafio que ela nos propõe e principalmente, a maneira brilhante como utiliza a rede do PlayStation 3, incentivando os jogadores a cooperarem entre si e inclusive chegando a fazer com que Shuhei Yoshida afirmasse que sua mecânica influenciou a produção do PlayStation 4.

- Minecraft

Um fenômeno. Sem dúvida não há palavra que descreva melhor o jogo de Markus "Notch" Persson. Também nascido sem todo o poderio financeiro das grandes editoras, ainda hoje há muitas pessoas que não entendem o que há de tão fantástico no Minecraft, mas basta alguns minutos neste “LEGO digital” para nos fascinarmos.

Com grande parte do seu sucesso devendo ser creditado aos milhões de vídeos presentes no Youtube, o game já faz parte da cultura popular, tendo sido homenageado em vários outros jogos, programas de televisão e servido de inspiração para outros títulos, chegando inclusive a ser utilizado no ensino e por organizações dedicadas a ajudar pessoas.

minecraft

- Rock Band

A série que elevou os jogos musicais a um novo patamar e que também foi o último bastião do gênero. Graças ao Rock Band pudemos reunir os amigos e nos tornar astros do rock, mesmo sem saber tocar qualquer instrumento.

É verdade que o título pegou carona no sucesso do Guitar Hero, que nasceu na geração anterior, mas foi com Rock Band que a ideia de uma banda inteira nasceu e ainda mais importante, foi com ele que tivemos a liberdade de adquirir digitalmente apenas as músicas que nos interessavam.

- Journey

Valendo-se de uma modo multiplayer sutil e ao mesmo tempo extremamente importante para a experiência do jogador, Journey brilhou também por mostrar que não é preciso trocarmos uma palavra com outra pessoal para nos importarmos com ela, entregando uma das atmosferas mais tocantes já vistas em um videogame.

Uma direção artística impecável, um enredo que dá margem para que cada um o interprete à sua maneira e diversas descobertas que ficaram gravadas na memória de todos que o jogaram. Journey é talvez é maior demonstração de arte entregue por um game nesta geração.

- BioShock

Com sua ambientação fantástica e uma narrativa muito mais rica do que estávamos acostumados a ver não só nos FPSs, mas nos jogos em geral, BioShock ainda contava com uma excelente jogabilidade que nos incentivava a procurar alternativas para as batalhas, além de deixar algumas escolhas importantes em nossas mãos.

O interessante é que mesmo com um enredo considerado muito bom pela maioria, nunca somos obrigados a encarar longos trechos de diálogos ou textos para serem lidos e o jogo ainda teve a capacidade de elevar o seu criador, Ken Levine, ao status de celebridade, algo raro na indústria.

bioshock

- Angry Birds

Mesmo não tendo uma jogabilidade inovadora e não sendo o primeiro jogo a se valer de bichos fofinhos para conquistar a molecada, Angry Birds se tornou um dos maiores sucessos da indústria e pode se orgulhar de ter ido além da mídia para qual foi criado.

Houve inclusive uma declaração de um dos criadores que dizia que o jogo era o Super Mario da nova geração e que o estúdio seria tão importante quanto a Disney, mas mesmo que eles não tenham chegado a tanto, a verdade é que hoje os passarinhos raivosos estão em todo canto, desde brinquedos até desenhos animados, passando por material escolar, roupas e uma série de spin-offs que continuam enchendo os cofres da Rovio.

relacionados


Comentários