Meio Bit » Software » 10 sites e ferramentas online que te ensinam a programar

10 sites e ferramentas online que te ensinam a programar

Web, Android, iOS, Arduino, e mais um monte de dicas legais para quem quer se aventurar na área da programação.

8 anos atrás

Programming-language

Se você acompanha o Meio Bit há algum tempo, já percebeu que além de repórter de tecnologia, eu sou um analista de sistemas que está escovando bit e programando há alguns anos. Por sorte, eu gosto muito do que faço e sei quão raro e importante é poder trabalhar com algo que também entretém.

O mercado de TI está bem aquecido e demanda profissionais capacitados. O que não falta é vaga de trabalho para arquitetos de software, analistas de sistemas e programadores com boas habilidades.

Se você quer entrar nesse mundo, ficar maluco, ganhar cabelos brancos, passar a rir de piadas com lógica, mas também ganhar uma boa bagagem cultural nerd e, claro, um dinheiro razoável, recomendo estudar muito. Muito mesmo. E o que não faltam são opções online para que você acumule conhecimento. Busque conhecimento, já dizia nosso ilustre visitante de outro planeta.

Vou listar aqui hoje 10 sites que te ensinam a programar em diversas linguagens, para as mais variadas plataformas. Ambientes Microsoft, produtos Apple, sistemas Android e até mesmo circuitos eletrônicos que envolvem montagem de equipamentos com Arduino e Raspberry Pi. Vamos lá:

1. Codeacademy

programar02

O Codeacademy é um site que te guia através do processo de aprendizado de programação de linguagens web. Aqui você pode aprender Javascript, Python, Ruby e várias outras tecnologias. O ambiente é seguro para que você experimente e teste os recursos e seu código, sem que você mesmo precise configurar um servidor web nem nada disso. Se você está começando do zero, ou tem pouca experiência com programação, o Codeacademy me parece ser um ótimo ponto de partida. Poder estudar o código e testar no mesmo lugar é realmente muito útil.

2. Lynda.com

programar03

Os tutoriais oferecidos pelo Lynda.com são conhecidos como algumas das melhores formas de e-learning que existem. É preciso pagar uma taxa mensal para ter acesso ao conteúdo, mas acredite: vale a pena. São mais de 2 mil cursos que cobrem 140 áreas diferentes. Não estamos falando aqui somente de programação, claro, mas outras coisas legais como animação 3D, negócios, edição de vídeo e design.

3. Udacity

programar04

O Udacity tem um foco em uma educação mais avançada. Os cursos são voltados para jovens entre 15 e 20 anos que querem começar na frente, ou buscam aumentar seu entendimento sobre diversos assuntos, mas também para profissionais que precisam dar uma atualizada ou refrescada na memória e tirar o pó de conhecimentos e habilidades previamente adquiridas. A ferramenta conta com excelentes pacotes de ensino, que variam entre negócios, ciências gerais e ciências da computação.

4. Coursera

programar05

O Coursera fornece materiais e cursos criados por um grande número de mestres e profissionais de universidades renomadas do mundo todo. Os tutoriais e aulas são bem didáticos, mas focados em um conhecimento geral sobre os assuntos, como uma introdução completa antes de entrar a fundo na tecnologia ou na matéria. Me ajudou a decidir quais caminhos trilhar. Aqui, mais do que aprender a programar, você vai aprender como funciona a tecnologia. Recomendo.

5. W3Schools.com

programar06

Se a sua vontade é saber programar utilizando a maioria das linguagens web, e já possui algum conhecimento na área, então o W3Schools é um site indispensável. Ele ensina como codificar desde o HTML basicão, com CSS, mas também HTML5, Javascript, PHP, ASP, Ruby {e Ruby on Rails} e muitas outras coisas. Um recurso legal deste site é que você pode procurar por elementos em particular, problemas a serem superados, e ele te retorna alguns códigos de exemplo para que você use na prática. O resultado é que você pode obter algo para inserir em sua própria aplicação à partir de uma solução mais abrangente.

6. Apple Developer Program

programar07

Sua meta é aprender a programar apps para o iPhone e outros dispositivos com iOS, ou para o OSX da Apple? Então o lugar para começar seus estudos é o Apple Developer Program. É preciso se tornar membro do site, o que tem um custo entre US$ 99 e US$ 299 por ano para profissionais e empresas, e uma versão gratuita para estudantes. Mas isso te permite acessar uma porrada de documentação, tutoriais e exemplos. Além disso, é meio caminho andado para um dia publicar seus próprios aplicativos na App Store. Há muitos códigos e ferramentas que vão te ajudar a programar para a plataforma, bem como instruções de uso do ambiente XCode. Vale lembrar que para utilizar o XCode, você precisa ter um computador Mac, ou uma máquina virtual com o Mac OS. Não funciona no Windows nem no Linux. Grátis.

7. Developer.Android.com

programar08

Agora, se a sua praia tem mais robôs que maçãs (fiquei agora imaginando de fato uma praia com robôs e maçãs), será preciso aprender a programar aplicativos Android Java. E o melhor lugar para aprender a fazer isso é no Developer.Android.com. Lá você vai poder baixar todos os pacotes de programação e eu recomendo fortemente o uso do IDE Eclipse, pois já dá pra baixar quase tudo mastigado e pré-configurado. O site ainda conta com zilhares de exemplos, códigos fontes, patterns a serem seguidos com causas e consequências, além de tutoriais de melhores práticas para que você consiga levar o melhor dos mundos ao Android. É possível aprender como emular um dispositivo com o sistema em seu computador, para que você realize os testes antes de enviar seu aplicativo para um smartphone físico, o que elimina problemas. Funciona tanto no Windows, quanto no Linux e também no OSX.

8. Developers.Google.com

programar09

Ok, mas não é só de Android que vive o Google, certo? E trabalhar com suas ferramentas é sempre divertido. Portanto, se você quiser melhorar suas habilidades de programação e adquirir conhecimento em relação aos produtos da empresa, uma ótima ideia é visitar o developers.google.com. Lá você vai aprender a criar extensões para o navegador Chrome, desenvolver aplicativos que interagem com o Google Drive, ferramentas que utilizem o Google Maps e ter acesso à APIs muito bem documentadas. O que não falta é material de exemplo e gente querendo te ajudar nos fóruns.

9. MSDN.Microsoft.com

programar10

Eu sei que tem muita gente que critica a Microsoft, mas ela possui ótimas ferramentas de desenvolvimento para a plataforma Windows. E saber programar C#, C++, VB.NET, Sharepoint e conhecer os Frameworks .NET pode ser decisivo para que você consiga um emprego e, quem sabe, uma carreira. A Microsoft é renomada por sua rede de desenvolvimento, chamada MSDN. Lá você encontra muito material de programação de seus produtos do Visual Studio (disponível apenas para Windows, ou Mac rodando o Parallels), tanto em versões pagas, mas também em edições gratuitas voltadas para os estudantes de tecnologia. Há também vários tutoriais, códigos fonte de exemplo e aulas com softwares prontos para serem compilados, cheios de comentários que vão te ajudar a entender o que está acontecendo. Deixe o preconceito de lado (caso ele exista), trata-se de um excelente ambiente de programação.

10. Instructables

programar11

Se a sua pegada é mais hardware que apenas software, se você gosta de montar coisas, de projetos geeks, retro-gaming, eletrônica, marcenaria, dobradura e projetos manuais, recomendo fortemente acompanhar os projetos que são publicados no site Instructables. Trata-se de uma comunidade online de quem cria coisas e monta projetos dos mais malucos aos mais surpreendentes. E isso envolve relatórios sobre como colocar circuitos Arduino para se comunicar com o mundo, dispositivos GPS automáticos para sua moto, produtos que misturam música e atividades do dia a dia, metralhadoras de elásticos para encher o saco dos seus colegas de trabalho, computadores Linux feitos com LEGO e Raspberry Pi e muitas, muitas outras ideias. O que não falta é inspiração no Instructables. Se você é auto-didata, aqui está um lugar que pode te ajudar a aprender a programar e com o qual certamente você pode contribuir.

Resumindo...

É só querer colocar a mão na massa! Se você quer subir seu skill level ou aprender algo novo, entrando no mundo do desenvolvimento de softwares, esses são os sites que certamente vão te ajudar a aprender a programar e te dar um norte sobre qual caminho você quer seguir. Ou vários caminhos pelos quais você pode trilhar, quem sabe?

relacionados


Comentários