Meio Bit » Ciência » A NASA teria recebido um pedido de socorro de outra galáxia? (spoiler: não)

A NASA teria recebido um pedido de socorro de outra galáxia? (spoiler: não)

Algumas bobagens são tão criativas que a gente tem que compartilhar. É o caso de uma teoria da conspiração que fala de um sinal alienígena que a NASA teria captado nos Anos 90, contendo um pedido de socorro de uma civilização de outra galáxia. Pior: do ponto de vista científico foram completamente sem imaginação e ousadia.

8 anos atrás

andromeda

Normalmente prefiro deixar a inglória tarefa de detonar teorias da conspiração para o E-Farsas e o Ceticismo.net. No campo internacional estamos bem-servidos pelo Captain Disillusion, mas algumas teorias são tão suculentas que não dá pra não morder.

É o caso dessa bobagem impressionante, que atraiu mais de 350 mil views no YouTube. Segundo a historinha, em 1998 a NASA teria recebido um sinal de rádio do espaço. O sinal, vindo de fora da galáxia, teria sido decodificado, depois de meses de estudo.

A mensagem seria um pedido de socorro, de um “planetóide” (não sei o motivo de usarem o termo mas tudo bem) que estaria sofrento uma catástrofe inimaginável. Aparentemente uma civilização no mesmo nível tecnológico da nossa (senhora coincidência) e estavam morrendo.

A mensagem descreveria doenças, calamidades, mortes em massa, explosões infernais, provavelmente resultado de uma guerra nuclear.

Agora a parte divertida: a notícia foi divulgada pelo… Weekly World News. Este bastião da integridade jornalística:

Weekly_World_News_-_Cover_Art_4800

Obviamente o autor da história assistiu Homens de Preto, pois insiste que os tablóides são os primeiros a revelar as histórias mais inacreditáveis.

Na matéria do WWN, um cientista soviético convenientemente falecido, Viktor Kulakov, teria divulgado a história do sinal, mas a Conspiração de Silêncio da Mídia impedia que mais gente soubesse dos “fatos”.

Kulakov disse que os tais aliens tinham tecnologia espacial mas limitada, estavam virtualmente presos a seu mundo.

Ele “disse” também que os alienígenas enviaram na mensagem informações para localizarmos precisamente o ponto de origem, o que é absolutamente redundante, se você está captando o sinal sabe de onde ele veio. Coisa que o criativo desocupado que inventou a história não sabia. Como também não tinha noção das distâncias astronômicas envolvidas.

O “cientista” diz que o sinal vem de um ponto além da Galáxia de Andrômeda, e que foi emitido 80 mil anos atrás. OK, assumindo que TUDO na história é verdade (não é) há um pequeno problema conceitual. Andrômeda, a galáxia mais próxima da Via Láctea, fica a 2,5 MILHÕES de anos-luz de distância.

Quando a luz de Andrômeda que vemos hoje foi emitida, nossos ancestrais ainda se assemelhavam a comentaristas de portais de notícias. Nem o fogo tínhamos dominado. Ou seja: a bobagem não se sustenta NEM com seus próprios argumentos, como é comum aliás em teorias da conspiração.

Quanto a Andrômeda, ela existe e é o objeto mais distante visível a olho nu. A imagem de abertura deste texto é uma montagem, mas real. Nela temos a Lua, Vênus, Mercúrio e Andrômeda. Em uma noite escura, fora das luzes da cidade você consegue ver o brilho tênue do núcleo da galáxia, mas com um bom equipamento fotográfico e longa exposição, ela aparece em toda sua glória.

Andrômeda, mesmo a 2,5 milhões de anos-luz, tem uma largura aparente equivalente a 6x a da Lua Cheia.

E como sempre, a ciência é mais interessante do que a pseudo-ciência e a mentira pura e simples. Na mente alucinada do editor de tablóide 80 mil anos-luz é uma distância imensa, mas com ajuda de Lentes Gravitacionais, previstas por Einstein, um grupo de astrônomos está razoavelmente confiante que identificaram PA-99-N2 b. Um planeta em Andrômeda.

Por isso, fica a dica pros doidos: sejam mais imaginativos. Vocês deliram com planetas a 80 mil anos-luz, a Ciência os acha a 2,5 milhões.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários