Meio Bit » Games » Michael Pachter de novo: Nintendo deveria abandonar o Wii U

Michael Pachter de novo: Nintendo deveria abandonar o Wii U

Na opinião de analista Nintendo deveria adotar remédios amargos para sair da crise, como abandonar o Wii U e lançar suas IPs para mobile e concorrentes

6 anos e meio atrás

wii-u

A situação da Nintendo está ruim mas não chega a ser como a BlackBerry, essa sim no fundo do poço e cavando. Posso ter exagerado ao dizer que ela periga ter o mesmo fim que a Sega, mas é um fato que a situação do Wii U não é das melhores, os acionistas da empresa estão loucos querendo resultados (o que é natural) e não se sabe por quanto tempo o 3DS vai conseguir segurar as pontas. Tudo bem que ele imprime dinheiro, mas não na escala que a casa do Mario precisa.

No meio desse turbilhão todo mundo virou acionista da companhia, dando inúmeros palpites do que ela deveria fazer para sair do buraco; desde sair do mercado de console de mesa e focar nos portáteis até a insânia de partir para o mercado mobile, o que quem conhece 10% da história da empresa sabe que não fará isso NUNCA. Iwata declarou que a empresa está sim estudando novos modelos de negócios que incluem dispositivos móveis, mas deixou claro que "não é algo tão simples quanto lançar Mario para smartphones".

Entretanto há aquela pessoa que hoje é detestada pela maioria dos fãs da Nintendo: o analista de mercado especializado em videogames Michael Pachter. Ele tem um histórico discutível, já errou algumas vezes e acertou outras, entretanto como ele é pessimista em relação à Nintendo toda vez que ele fala sobre a empresa os fãs ficam loucos, até porque ele tem tendência a falar algumas besteiras.

À luz dos últimos resultados da Big N, Pachter disse em entrevista que o Wii U possui excelentes jogos, porém eles não serão suficientes para manter os negócios da Nintendo pelo tempo que ele deveria durar, pelo simples fato de que o modelo de negócios da empresa simplesmente quebrou. E sugere uma solução amarga:

As propriedades intelectuais da Nintendo continuam a ser de grande qualidade, mas o hardware de seu console não é competitivo; o Wii U possui pouco poder de fogo se comparado com os oferecidos pela Sony e Microsoft, e seu preço também não ajuda, sendo similar a seus adversários. Eu não acho que a Nintendo deveria se retirar do mercado de hardware, mas acho que ela deveria considerar abandonar o Wii U e voltar à prancheta. Ela possui um console no mercado que não está indo a lugar nenhum e se ela continuar assim, suas vendas de software irão declinar.

E ele não para por aí: ainda que seja uma alternativa impossível Pachter acha que a Nintendo deveria engolir o orgulho e lançar suas IPs em outras plataformas (não só mobile, mas também de seus concorrentes diretos), para com o dinheiro do licenciamento voltar a investir num console de mesa realmente revolucionário. Ele mesmo não acredita que a Nintendo vá quebrar, ela tem dinheiro em caixa e pode perder um pouco, mas não pode manter esse quadro para sempre. Ou pode?

Essa veio do @GAMESFODA.

Fonte: GI.

relacionados


Comentários