Meio Bit » Games » Nintendo » Péssimos números da Nintendo levam Satoru Iwata e Shigeru Miyamoto a reduzirem seus salários

Péssimos números da Nintendo levam Satoru Iwata e Shigeru Miyamoto a reduzirem seus salários

Fraco desempenho do Wii U derrubou lucro líquido da Nintendo nos três primeiros trimestres fiscais de 2013 em 77,4%

6 anos e meio atrás

image

A gente já sabia o quanto a situação já estava ruim na Nintendo. Para confirmar os temores e projeções anteriormente apresentados, a divulgação de resultados dos últimos nove meses, de abril a dezembro de 2013 mostram que ela perdeu muito dinheiro em relação ao mesmo período de 2012, e o Wii U é o princal responsável, como não poderia deixar de ser.

No período desde o início do ano fiscal de 2013 em abril até o fim de dezembro, a Nintendo teve um lucro líquido de 9,59 bilhões de ienes, o equivalente a US$ 93,3 milhões (ou R$228,8 milhões). Isso representa uma queda de 77,4% em relação ao ano anterior. A receita líquida fechou em 302,5 bilhões de ienes (US$ 2,94 bilhões), uma queda de 11,5%. Já o lucro operacional caiu 6,9%, ficando em ¥ 21,7 bilhões (ou US$ 210,9 milhões).

Não é preciso ser o Walter Mercado para adivinhar que o Wii U é o principal responsável pela atual situação da Nintendo. Desde seu lançamento no final de 2012 até o fim de 2013, a quantidade de sistemas enviados para as lojas (que lembrem-se meninos, é diferente de unidades vendidas ao consumidor final) foram de míseras 5,86 milhões de unidades. Em comparação a Sony só precisou de um mês para vender 3 milhões de unidades do PS4. Para um console de mesa que se propõe a concorrer com seus rivais da nova geração, esses números são risíveis. Mesmo o enfraquecimento do iene não favoreceu o aumento das vendas do console, uma falha que o CEO Satoru Iwata assumiu com pesar.

Ainda não houve uma declaração oficial, mas a previsão é que Iwata reduza seu salário novamente, dessa vez em 50% do montante atual enquanto outros dois diretores, incluindo Shigeru Miyamoto cortem seus ganhos em 30%. O restante da equipe sofrerá uma redução de 20%, tudo para segurar as contas da empresa.

Numa época em que todo mundo está dando palpites sobre o que a Nintendo fazer para entrar nos trilhos, surgem boatos logo desmentidos que ela disponibilizaria demos de seus games para smartphones e tablets além de impedir a publicação de um livro que contaria o processo de localização de EarthBound que sequer tinha motivação financeira, fica difícil prever o que vai acontecer a curto prazo. Eu não creio que a Nintendo desapareça, mas ela será obrigada a se reinventar se quiser continuar ativa, mesmo que eu não acredite que isso signifique abrir mão de seu hardware.

Fonte: CVG e Joystiq.

relacionados


Comentários