Meio Bit » Hardware » CEO da BlackBerry se diz "ultrajado" com campanha da T-Mobile

CEO da BlackBerry se diz "ultrajado" com campanha da T-Mobile

CEO John S. Chen não gostou nada de campanha da T-Mobile que oferece iPhone 5s com uma baita desconto para donos de BlackBerry trocar em de aparelhos

6 anos e meio atrás

bb-z30

A BlackBerry tenta sem sucesso se segurar como pode no mercado, mas a verdade é que ela virou uma caricatura de si mesma, que insiste em afirmar que é referência no mercado corporativo quando na verdade a sua participação foi devorada por iOS, Android e até Windows Phone por culpa dela mesma, que meteu os pés pelas mãos mais vezes do que o permitido.

Já ficou evidente que o grande problema da BlackBerry é administrativo. Todos os executivos não enxergam um palmo à frente do nariz, vide a última decisão em voltar a focar em teclados físicos, "porque o cliente corporativo os adora". Daí temos declarações estapafúrdias mais de uma vez e pronto, o circo está armado.

A última envolveu a operadora norte-americana T-Mobile. Diferente dos executivos da ex-RIM, ela já percebeu que a BlackBerry não tem futuro e lançou uma campanha até óbvia: está oferecendo o iPhone 5s de graça com aquisição de um plano ou com desconto de US$ 150 caso o cliente o troque por um aparelho da empresa. O logo da campanha dá uma alfinetada de leve: "Get the tools to do more". Dependendo da realidade do usuário pode ser um bom negócio, embora acredite que o Z30 ou o Z10 sejam dispositivos muito bons.

t-mobile-campaign

Só que a BlackBerry não gostou da campanha. Em nota publicada no blog da empresa, o CEO John S. Chen disse estar "ultrajado" com a campanha e parabeniza os (poucos) fãs da marca que repudiaram a ação nas redes sociais, mas não menciona tantos outros usuários que se expressaram positivamente. Chen diz que a empresa ficou mais ofendida pelo fato da operado não tê-los comunicado, mas você consegue imaginar uma conversa como "alô BlackBerry, o negócio é o seguinte: vamos fazer uma campanha incentivando seus usuários a trocarem seus atuais smartphones por iPhones, tudo bem pra vocês"?

Apesar de toda a sua revolta, no melhor estilo morde e assopra termina o post dizendo que a parceria entre a BlackBerry e a T-Mobile rendeu bons frutos para ambos e que espera trabalhar com eles no futuro apesar de tudo. Ou seja, a ex-RIM não é tão míope a ponto de desagradar operadoras, tendo em vista que várias chegaram a rejeitar seus aparelhos. O que acaba por contradizer sua afirmação final, de que "está muito excitado com o futuro da BlackBerry". Nota-se.

Fonte: CoM.

relacionados


Comentários