Meio Bit » Áudio e vídeo » Stripped, o futuro das tirinhas de jornal e o retorno de Bill Watterson

Stripped, o futuro das tirinhas de jornal e o retorno de Bill Watterson

Documentário financiado via Kickstarter sobre o futuro das tirinhas de jornais conta com entrevista e cartaz produzido por criador de Calvin e Haroldo

8 anos atrás

bill-watterson-calvin-hobbles

Há cerca de três anos foi realizada uma campanha no Kickstarter de modo a levantar dinheiro para produzir um documentário. O tema: traçar um panorama atual do cartunista, principalmente o que publica seus trabalhos em jornais em um mundo onde as publicações físicas estão se tornando cada vez mais raras.

Stripped, o projeto idealizado pelo cineasta Fred Schroeder e do quadrinista Dave Kellett foi bancado em apenas seis dias. De lá para cá o projeto conseguiu atrair a atenção de vários artistas da antiga geração como Mort Walker (Recruta Zero) e Jim Davis (Garfield), além de outros que fizeram sua fama na internet com o formato digital, como Matt Inman (The Oatmeal) e Robert Khoo, Mike Krahulik e Jerry Holkins (do Penny Arcade). Os autores contam no documentário suas desventuras e problemas que enfrentaram em suas carreiras, além de tentar definir qual será o futuro das tirinhas num cenário onde não mais existiriam jornais impressos.

O documentário foi produzido com tanto cuidado que conseguiu atrair a atenção do mais recluso de todos os cartunistas: Bill Watterson. Afastado dos quadrinhos desde o fim de Calvin e Haroldo em 1995, o autor é completamente avesso à mídia, pouquíssimas foram as vezes em que ele concordou em dar entrevista. Novos trabalhos então, nem pensar. Ele se limitou a pintar um quadro de um personagem da tirinha Cul de Sac, para uma campanha de combate ao Mal de Parkinson em 2011. Desde então, nada.

Bill concordou em dar uma entrevista à equipe, ao que Schroeder diz: "Watterson queria expressar seus pensamentos sobre quadrinhos, onde eles estavam e para onde estão indo". E não somente isso: ele gostou tanto do projeto que desenhou o cartaz de Stripped, pela primeira vez voltando à prancheta após dezenove anos. Um retorno modesto, é verdade, mas ainda assim significativo.

stripped-poster-bill-watterson

Como toda mídia que se transforma, eu não acredito que as tirinhas estão com os dias contados, entretanto os artistas terão que se adaptar a uma realidade onde jornais impressos são cada vez menos relevantes. Não estamos vendo o fim dessa mídia, até porque o rádio continua vivo. A TV está num processo de adaptação às novas mídias, é uma questão de sobrevivência: quem não evolui está condenado a sumir. Os jornais ainda continuarão vendendo principalmente entre as camadas C e D da população portanto as tirinhas, que foram e continuam sendo fonte de diversão para muitos ainda viverão. Mas é um fato que os cartunistas terão que procurar outras formas de monetização para compensar a redução de jornais que publicam suas obras.

Stripped está em pré-venda na iTunes Store por US$ 14,99. O lançamento oficial será no dia 2 de abril.

STRIPPED: Official Trailer (2014) Comic Strip Documentary

Fonte: NY Times.

relacionados


Comentários