Meio Bit » Hardware » Confusão: o SoC da Qualcomm no Xperia Z2 é o Snapdragon 800 ou 801?

Confusão: o SoC da Qualcomm no Xperia Z2 é o Snapdragon 800 ou 801?

Qualcomm se complica ao explicar que o Snapdragon 801 possui variantes com clocks diferentes: versão do Xperia Z2 é virtualmente idêntico ao Snapdragon 800

6 anos atrás

qualcomm-snapdragon-801

Quando a Sony e a Samsung anunciaram na semana passada seus novos tops de linha Xperia Z2 e o Galaxy S5, ficamossabendo que eles seriam os primeiros a virem equipados com o novo SoC de 32 bits da companhia, o Snapdragon 801. Só que aparentemente o Xperia possui uma certa desvantagem em relação ao seu rival da Sony, pois pelo visto o dito SoC não é tão novo assim, e sim um xerox do 800.

A confusão se originou no nome de referência do chip. O equipado no Galaxy S5 é um Qualcomm MSM8974AC, que se refere ao novo SoC 801. Já a Sony informa que o chip presente no Z2 e Z2 Tablet é o Qualcomm MSM8974AB, que faz parte da família do Snapdragon 800 e cujos clocks são menores: sua CPU Krait 400 trabalha a 2,26 GHz contra 2,5 GHz do 801, e sua GPU Adreno 330 opera a 550 MHz contra 578 MHz.

O que se seguiu no site da Qualcomm foi um festival de desencontros. Jason Woodmansee afirmou que "ambos os chips pertencem à família 801" e que a nomenclatura é só para fins de referência. O que dá para entender é que o Z2, apesar de possuir um chip mais novo funciona exatamente da mesma forma que o Snapdragon 800. Já o Galaxy S5 seria o primeiro com clock mais elevado. Não é como se a Sony estivesse fazendo propaganda enganosa, desde o início ela informa que o SoC de seu aparelho trabalha a 2,26 GHz. Esse sururu todo se deu porque os consumidores estão questionando o motivo para a Qualcomm teria um SoC com dois clocks distintos, sendo que um deles é o mesmo do 800 e configuraria apenas uma troca de etiqueta, vendendo chip velho como novo.

Em todo caso, somente quando ambos chegarem às lojas é que poderemos saber se essa diferença se traduzira em ganho ou perda de performance, quando os primeiros benchmarks começarem a ser divulgados. De qualquer forma tanto Sony quanto Samsung cobram caro por seus tops, e dependendo da diferença de valor o desempenho nem pode fazer diferença na hora da compra.

Fonte: PA.

relacionados


Comentários