Meio Bit » Games » Cultura Gamer » O gamer que possui 25 milhões de inscritos no seu canal do YouTube

O gamer que possui 25 milhões de inscritos no seu canal do YouTube

Contando com mais assinantes no YouTube do que Justin Bieber ou Rihanna, PewDiePie é um sueco que ganhou fama apenas jogando videogame, algo que lhe rende até US$ 1,4 milhões por mês.

6 anos atrás

PewDiePie

Uma das tendências que se formaram nos últimos anos e que tem tudo para ganhar mais força com a chegada dos novos consoles é gravar aquilo que estamos jogando e compartilhar com outras pessoas. Por mais que algumas pessoas não gostem muito da ideia - nem de assistir, nem de gravar - alguns jogadores se tornaram verdadeiras celebridade neste meio, mas nenhum se compara a um sujeito conhecido no Youtube como PewDiePie.

Com pouco mais de 25 milhões de pessoas inscritas em seu canal, Felix Kjellberg conseguiu inclusive desbancar muita gente famosa no “mundo real”, como por exemplo Justin Bieber ou Rihanna e para conseguir isso o sueco não precisou aperfeiçoar nenhum grande talento, apenas demonstrou um grande carisma enquanto joga alguns games.

Sempre com um estilo descontraído e aparentando estar se divertindo bastante enquanto joga, os vídeos do rapaz já somam mais de 3,8 bilhões de visualizações e caso você esteja se perguntando se ele faz isso apenas pela fama, a resposta é sim, mas some a isso também uma bela receita com propagandas, que segundo o site Social Blade, especializado em monitorar canais do YouTube, giraria entre impressionantes US$ 140 mil e US$ 1,4 milhão mensais, dependendo do interesse do público.

Apesar de seu sucesso não poder ser comparado com o de outros jogadores, que lutam, ou melhor, jogam para conseguir mais espectadores, a possibilidade de ganhar dinheiro enquanto fazem aquilo que gostam tem chamado a atenção de muitas pessoas e há até agências que tem varrido o YouTube em busca desses talentos.

O interessante é que mesmo com algumas desenvolvedoras de jogos caçando os vídeos que tentam lucrar com suas criações, como é o caso da Nintendo, eles se multiplicam num ritmo incontrolável e de acordo com o próprio Google, hoje 95% dos jogadores acabam recorrendo ao seu site de vídeos para obter informações sobre jogos que lhes interessam, mostrando que essa moda deverá ganhar mais força com o tempo.

Confesso que já pensei por diversas vezes em fazer algo semelhante e algumas pessoas até já me pediram isso, mas existem duas que coisas sempre pesaram contra. A primeira delas é que acho que não possuo desenvoltura suficiente diante da câmera, mas o que mais me incomoda é o fato de considerar os games uma experiência que deve ser aproveitada em sua plenitude e sempre achei que ficar comentando ou fazendo palhaçadas enquanto jogo acabará fazendo com que eu não preste a devida atenção a o que está sendo mostrado na tela e não gostaria de perder a imersão que sinto na maioria das vezes que estou jogando.

Fonte: The Atlantic.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários