Meio Bit » Internet » Google Now finalmente chega ao Chrome, mas só no Windows e OS X

Google Now finalmente chega ao Chrome, mas só no Windows e OS X

Um ano após os primeiros rumores, o Google finalmente oficializou a chegada do Google Now ao desktop através do Chrome, inicialmente para Windows e OS X.

6 anos atrás

google-now

O que seria, dessa indústria vital chamada Internet, se não fosse pelos rumores. Alguns se tornam realidade. Outros… bem, deixa para lá. Há quase um ano, no finalzinho de abril, o Gogoni escreveu, aqui no MB, sobre a possibilidade de o Google Now chegar ao desktop e aos dispositivos com iOS. Praticamente uma utopia, mas, em ambos os casos, os rumores se tornaram realidade.

Pouco dias depois de o Ronaldo ter dado (ui!) a notícia sobre o rumor, o app do Now apareceu na App Store. Já no começo desse ano (antes do Carnaval, acredite!), a Siri do Google começou a aparecer nas versões Dev do Chrome com quase um ano de atraso. Desde então, muitas melhorias foram feitas na nova opção até que, nesta segunda-feira, o Google anunciou oficialmente que o assistente virtual começaria a ser disponibilizado a todos os usuários ao longo das próximas semanas (Google sendo Google). Em uma postagem no Google+ (ninguém usa aquilo, só a empresa, alguns funcionários e eu), a empresa anunciou a novidade:

Starting today and rolling out over the next few weeks, Google Now notifications will be available to Chrome users on their desktop or laptop computers. To enable this feature, simply sign in to Chrome with the same Google Account you’re using for Google Now on Android or iOS.”

google_now_chrome_desktop

Infelizmente, como a #GloboMente, ainda não tenho a novidade no meu navegador, mas, de acordo um artigo da Central de Ajuda do Chrome, o funcionamento será muito semelhante ao encontrado no Android e iOS, bastando que o usuário esteja autenticado no navegador com a mesma Conta Google do celular ou tablet. Os cards que serão exibidos vão variar da localização geográfica do usuário, assim como das preferências configuradas no Now.

O serviço utilizará o “Inicializador de aplicativos do Google Chrome” (que nome, hein, Google?) e, assim, não precisará, necessariamente, que o navegador esteja aberto para que as notificações sejam exibidas (a central de notificações do Chrome fica rodando em segundo plano). Se o usuário quiser desativar o Now ou mudar as configurações, deverá acessar o sininho, que fica na bandeja do sistema, e alterar como quiser.

Particularmente, espero que o Now não demore a ser liberado na minha conta. Como tenho a mania de sempre ficar desbloqueando o celular para ver as notificações, será uma tremenda mão na roda poder visualizá-las diretamente do navegador, que já fica aberto o dia todo mesmo.

relacionados


Comentários