Meio Bit » Ciência » Da série ideias simples e geniais: SoftWheel reinventa a roda

Da série ideias simples e geniais: SoftWheel reinventa a roda

Startup israelense SoftWheel desenvolve a Acrobat, uma roda com amortecedores criada para diminuir o impacto durante a locomoção de cadeirantes

7 anos atrás

softwheel-acrobat-001

Em 2008, o então fazendeiro israelense Gilad Wolf sofreu um acidente e fraturou a bacia, sendo obrigado a passar uma temporada se locomovendo numa cadeira de rodas. Os problemas começaram quando ele decidiu ficar sentado (pun not intended) olhando sua plantação de uvas ficar ao Deus dará, portanto decidiu que continuaria trabalhando mesmo assim. Obviamente que ele se irritou bastante com os solavancos que a cadeira sofria ao se locomover em um terreno acidentado, transferindo o impacto para seu corpo e lhe causando dor.

A partir daí ele teve a ideia de desenvolver um sistema de amortecimento, inicialmente um banco como os caminhões com amortecedor a ar, sem sucesso. Foi então que veio o insight: por que não acoplá-los diretamente às rodas?

Os conceitos que Wolf desenvolveu foram levados até a RadBiomed Accelerator, uma empresa de Tel Aviv focada em ajudar startups focadas em pesquisa médica a saírem das planilhas. Daí surgiu a SoftWheel, uma pequena empresa que apresenta seu conceito simples e funcional: a Acrobat, uma roda aparentemente simples mas dotada de um conjunto de três cilindros de compressão que absorvem o impacto antes que ele seja absorvido pela cadeira e consequentemente, pelo cadeirante.

softwheel-acrobat-002

A distribuição do choque é elegante e precisa, permitindo que o transeunte desça uma escada sem sofre das trepidações que normalmente ocorreriam. Isso faz com que praticamente toda a energia empregada pelo cadeirante seja utilizada para proporção, diferente de cadeiras fixas onde 20% a 30% é utilizada em tentativas de amortecer impactos.

euronews Knowledge — Reinventing the Wheel: Smooth Ride for Wheelchair Users

A SoftWheel pretende colocar cadeira de rodas com a novidade no mercado ainda em 2014 mas também vai fornecer as rodas em separado, para qualquer um poder adaptar suas cadeiras de rodas fixas se assim desejarem. A startup também pretende aplicar a novidade em outros produtos como bicicletas, mas essas só chegarão às lojas em 2015. O preço não será baixo entretanto, a previsão é que apenas um par de rodas sejam vendidas por US$ 2 mil. Produtos acabados fatalmente serão mais caros. Ainda assim a iniciativa é válida, pois só quem é cadeirante pode afirmar o quão legal seria andar sem sentir cada impacto indo direto para seu corpo enquanto se locomovem. E claro, com o tempo e apoio para escalarem os preços fatalmente cairão. Vamos torcer.

Softwheel Acrobat wheel

Fonte: W.

relacionados


Comentários