Meio Bit » Mobile » Malware cobra resgate de usuários de Android

Malware cobra resgate de usuários de Android

Com a crescente migração de usuários de PCs para dispositivos móveis, cresce também o número de vírus focados nessa plataforma. Um novo “ransomware” conhecido como Koler.A está infectando smartphones e tablets Android de usuários incautos.

6 anos atrás

Malware

Com a crescente migração de usuários de PCs para dispositivos móveis, cresce também o número de vírus focados nessa plataforma. Um novo "ransomware" conhecido como Koler.A está infectando smartphones e tablets Android de usuários incautos.

O Koler.A se faz passar por um player de vídeo premium chamado BaDoink. Depois de instalado, ele usa o IMEI do aparelho para encontrar informações do usuário, como sua localização, e envia uma mensagem fazendo se passar pela polícia local. A mesma alega que o usuário acessou "sites banidos" e pede um resgate de trezentas libras para reativar o telefone.

BaDoink é o nome de um site dirigido principalmente a cavalheiros que vivem com a mãe e passam as noites na internet praticando justiça com as próprias mãos. O mesmo afirma que não tem ligação alguma com o malware.

Ao contrário de malwares como o Cryptolocker, que como o nome já diz criptografa os arquivos na plataforma Windows, o Koler.A usa de um blefe. Ele apenas dificulta que o usuário volte para a tela inicial e é bem fácil de remover. Claro que esse tipo de software mal intencionado tem como alvo pessoas com menor conhecimento técnico, o que facilita sua disseminação.

O usuário, como quase sempre, é o maior culpado desse tipo de ação. O vírus não se instala silenciosamente, é preciso aceitar e habilitar a instalação de aplicativos de terceiros, que vem desativada por padrão no Android.

A mensagem cobrando o resgate tenta parecer o mais verossímil possível, utilizando os logos da Polícia de Crimes Virtuais e até uma foto da Rainha (ele foca atualmente nos usuários do Reino Unido, mas esse tipo de vírus costuma se espalhar rápido mundo afora, adaptado ao gosto local).

Fonte: TechWeek.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários