Meio Bit » Games » Acessórios » Samsung está desenvolvendo concorrente do Oculus Rift

Samsung está desenvolvendo concorrente do Oculus Rift

Periférico desenvolvido pela Samsung para concorrer com o Oculus Rift e similares será compatível com seus próprios smartphones e tablets

6 anos atrás

oculus-rift-quaid

A Samsung não dorme no ponto quando o assunto é abranger todos os ramos possíveis e imagináveis do mercado de tecnologia. Por isso nem chega a surpreender o anúncio que a empresa coreana está desenvolvendo seu próprio óculos de realidade virtual e que espera colocá-lo no mercado o mais rápido possível, antes do fim do ano. O motivo? Chegar antes do Oculus Rift do Facebook, do Project Morpheus da Sony e do projeto de VR da Microsoft, se tornando a pioneira na área.

Claro, como estamos falando de Samsung não espere que você vai pôr as mãos em m tão logo ele esteja disponível e utilizá-lo com qualquer dispositivo: segundo fontes internas protótipos já foram despachados para desenvolvedores, e sem surpresa no momento ele só é compatível com aparelhos da própria empresa, a saber Galaxy S5 e Note 3. Entretanto, há relatos de que o modelo de negócios estará por padrão ligado à próxima geração de dispositivos Galaxy high-end, como os próximos smartphones e tablets das linhas S e Note.

É bom mencionar que o tal óculos de realidade virtual da Samsung não tem nada a ver com o tal "Galaxy Glass", os óculos inteligentes que foram vislumbrados no Samsung Analyst Day em novembro e que pode dar as caras em setembro durante a IFA 2014. É um projeto totalmente diferente, o que significa que ambos projetos estão em desenvolvimento paralelamente. Fontes dizem que o acessório possui display OLED, no mesmo nível ou melhor do que os presentes no segundo kit de desenvolvimento do Rift. Nada foi dito sobre a conexão, e considerando que lags durante um jogo não serão aceitáveis o mais provável é que ele se conecte com os dispositivos via cabo, embora eu não esteja tão certo de que a Samsung vai abrir mão de uma conexão Bluetooth opcional. E além disso ele seria planejado como um acessório barato, de custo inferior ao de seus concorrentes mas em se tratando de Samsung e do fato de se tratar de uma tecnologia nova e incensada desde os anos 1980, é bom não esperar por dois tostões.

De qualquer forma, a guerra pelo ambiente virtual está só começando. Independentemente de quem lançar seu produto comercialmente primeiro, vencerá aquele que for o mais satisfatório e fornecer melhor interação ao jogador. Por razões óbvias o Oculus Rift está na frente, principalmente pela possibilidade de utilizá-lo de diversas formas. Resta aguardar o que vem por aí.

Fonte: E.

relacionados


Comentários